header top bar

section content

Cansados deste clima de guerra, Sousenses fazem campanha nas redes sociais pedindo socorro; veja!

Só neste ano, o número de assaltos e homicídios cresceu assustadoramente. Em média são feitos 4 assaltos em um único dia e o de mortes chega a 16.

Por

14/11/2015 às 14h20

A cidade de Sousa no sertão da Paraíba vem sofrendo nos últimos meses com a onda de violência e insegurança.

Só neste ano, o número de assaltos e homicídios cresceu assustadoramente. Em média são feitos 4 assaltos em um único dia e o número de mortes chega a 16.

Na tarde e inicio da noite desta sexta-feira (14), vários arrastões e assaltos apavoraram a população. Até boatos de toque de recolher circulavam nos grupos de WhatsApp. Em entrevista exclusiva ao Portal e TV Diário do Sertão o capitão do 14º Batalhão de polícia Militar de Sousa Esaú de Lucena, afirmou que os militares estão nas ruas fazendo o impossível, e que o crescimento da cidade contribuiu para o aumento dos assaltos, e declarou que toque de recolher tem para bandido que é que tem que se esconder e não para a população.

O capitão ainda ressaltou que tenham cuidado com as informações inverídicas que circulam nas redes sociais.

Cansada desse cenário de guerra, os moradores de Sousa através de suas redes socias, vem compartilhando mensagens e imagens pedindo paz para a cidade.

Veja também!

Capitão diz que polícia não cruzou os braços e que começou o toque de recolher bandido

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares