header top bar

section content

Médico esclarece denúncias e diz que vereador invadiu Samu para exigir ambulância: “Ele mistura saúde com política”. Assista ao vídeo!

O vereador chegou a entrar no Samu para pedir a ambulância, mas foi informado que o caso não era para atendimento do órgão.

Por

09/06/2015 às 08h25

Nesta segunda-feira (08), o vereador Everaldo Marques Formiga, mais conhecido por “Toró pra Torar”, denunciou o médico e diretor do Samu Regional de Sousa, Augusto Braga, por ter negado o envio de uma ambulância para atender um paciente no bairro Guanabara, na cidade de Sousa.

De acordo com o vereador , o caso era de urgência, pois o homem estava desacordado na rede. Ele chegou a entrar no Samu para pedir a ambulância, mas foi informado pela direção que o caso não era para atendimento do ´órgão.

Toró disse fez duras criticas ao médico e falou que irá comunicar o caso ao Prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB). “Ele não é um ser humano, não tem coração. Vou falar com o gestor municipal e com a Secretária de Saúde para tomar providências”, desabafou.

Outro lado
A reportagem do portal e TV Online Diário do Sertão, entrevistou o médico Augusto Braga e ele esclareceu as denúncias feitas pelo vereador, que segundo eles são inverídicas.

“O vereador já invadiu várias vezes o Samu, inclusive chegou a entrar na regulação, local que só é permitido entrar os funcionários. Ele mistura saúde com política. Acha que com ameaça vai conseguir atendimento usando argumentos absurdos”, destacou Augusto Braga.

Assista à reportagem da TVDS com o diretor do Samu!

DIÁRIO DOS ERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan