header top bar

section content

Universidades da Paraíba oferecem 1.445 bolsas no ProUni; Em Cajazeiras são 143 vagas. Veja Lista do Sertão!

As inscrições dos estudantes interessados começam dia 14 de janeiro e seguem até o dia 19 do mesmo mês. A divulgação deve ocorrer este mês.

Por

05/01/2012 às 17h06

Os estudantes interessados em disputar uma das 195 mil bolsas que serão oferecidas por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) para o primeiro semestre de 2012 já podem consultar a lista de faculdades, centros universitários e universidades participantes. A lista das instituições de ensino e vagas disponíveis foi divulgada nesta quarta-feira pelo Ministério da Educação (MEC) e pode ser consultada aqui!

Do total de bolsas oferecidas, 98 mil são integrais e 96 mil são parciais, que custeiam 50% da mensalidade. Só podem pleitear a vaga estudantes que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou em colégio privado na condição de bolsista. Para receber o benefício integral, o estudante precisa ter renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Na Paraíba são oferecidas 1.445 bolsa de estudo. Na região do Sertão a oferta é de 335, sendo 167 integrais e 168 parciais. A cidade de Cajazeiras oferece 143 vagas.

As inscrições começam dia 14 de janeiro e seguem até o dia 19 do mesmo mês. A divulgação dos candidatos pré-selecionados em primeira chamada deve ocorrer no dia 22 de janeiro.

Veja lista das cidades

 UF

MUNICIPIO

Integrais

Parciais 50%

Total

PB

CAJAZEIRAS

88

55

143

PB

PATOS

68

113

181

PB

PIANCO

1

0

1

PB

SOUSA

10

0

10

DIÁRIO DO SERTÃO

 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula