header top bar

section content

Caixa de Cajazeiras financiou a construção de mais de 500 casas no programa “Minha Casa, Minha Vida”

A agência da Caixa, em Cajazeiras financiou a construção de 523 casas, a grande maioria, imóveis novos, sendo 142 com recursos do FGTS.

Por

02/01/2012 às 10h09

Segundo dados fornecidos pelo gerente da agência da Caixa Econômica Federal, ao jornal Gazeta do Alto Piranhas, o programa do governo federal, “Minha Casa, Minha Vida”, financiou a construção de 310 casas em Cajazeiras e algumas na região, no ano de 2011, até o dia 23 de dezembro, com um valor investido de quase 20 milhões de reais.

A agência da Caixa, em Cajazeiras financiou, no total, a construção de 523 casas, a grande maioria, imóveis novos, sendo 142 com recursos do FGTS e 71, da Caderneta de Poupança. O total investido foi de R$ 33.468.072,58 (Trinta e três milhões, quatrocentos de sessenta e oito mil, setenta e dois reais e cinqüenta e oito centavos), sendo que somente em Cajazeiras, no caso, 95% dos financiamentos dão um valor de R$ 31.794.668,95 (Trinta e um milhões, setecentos e noventa e quatro mil, seiscentos e sessenta e oito reais e noventa e cinco centavos).

Segundo o gerente da Caixa, 95% desses financiamentos foram na cidade de Cajazeiras, que vive um “boom”, na construção civil nos últimos 10 anos, principalmente após a chegada na cidade das faculdades Santa Maria, São Francisco e criação de novos cursos superiores na FAFIC e UFCG, que impulsionou não apenas o setor de construções, mas também, serviços de toda natureza e comércio.

José Ronildo, especial para o DIÁRIO DO SERTÃO

 

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”