header top bar

section content

Cajazeiras perde indústria de medicamento para cidade de João Pessoa

O prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael informou ao Diário do Sertão que vai se reunir com o grupo empresarial esta semana para tentar reverter o caso.

Por

04/10/2011 às 14h29

style=width:

O coordenador da Comissão do Concurso Vestibular (COVES), da Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, Ângelo Roncalli declarou nesta segunda-feira (03), que a primeira fábrica de medicamentos da Paraíba, que seria instalada em Cajazeiras foi transferida para a capital do Estado, por falta de um terreno para implantação do empreendimento e por falta de interesse do prefeito da cidade, Carlos Rafael (PTB).

A empresa Goldfrb Medicamentos, das empresárias da Faculdade Santa Maria, Ana Goldfrb e Sheylla Lacerda, vai gerar 300 empregos diretos, que seriam para os filhos de Cajazeiras e região, mas agora vão servir aos pessoenses.

“Pedra Fundamental”
A pedra fundamental foi lançada há pouco mais de um ano, após a doação do terreno ao grupo da “Santa Maria” pelo então governador José Maranhão (PMDB), através da Companhia Industrialização do Estado da Paraíba (CINEP), porém o local foi invadido e as autoridades da cidade não tomaram nenhuma providência.

Segundo Roncalli, a própria CINEP, apresentou a proposta de transferência do investimento de Cajazeiras para João Pessoa e o Grupo empresarial para não perder o empréstimo, adquirido junto ao Banco do Nordeste aceitou a proposta.

“O Grupo está transferindo de forma triste um investimento de Cajazeiras para a cidade de João Pessoa”. Disse o coordenador

Ação na Justiça
Roncalli informou que as empresárias acionaram a justiça com ação de reintegração de posse e a problemática foi informado ao Estado e a prefeitura, ainda no Governo Léo Abreu, porém, nenhuma solução foi dada ao caso.

“As autoridades de Cajazeiras não tiveram interesse em garantir esse investimento na cidade e infelizmente temos que fazer essa transferência”. Argumentou Roncalli

Em João Pessoa
Ele afirmou que a empresária Ana viajou para a cidade de João Pessoa nessa segunda, para escolha do terreno, onde vai funcionar a indústria de medicamentos. Segundo Roncalli, as obras para construção da fábrica devem ficar prontas em quatro meses e gerar 300 empregos de imediato.

“Infelizmente a gente não pode esperar mais a boa vontade das autoridades de Cajazeiras para viabilizar um projeto nosso, pois o Grupo empresarial e toada a Paraíba estão perdendo com isso”. Finalizou o coordenador

Ouça o áudio!

O outro lado
O prefeito Carlos Rafael, afirmou que vai se reunir com empresária Ana ainda esta semana, para tentar solucionar o caso e manter o investimento na cidade de Cajazeiras.

“A prefeitura tem terreno em todo canto e tem poder de desapropriar onde for preciso. Uma pessoa ligada a mim falou com a empresária para que nessa reunião em João Pessoa ela não ‘bata o martelo’, porque aqui o que a prefeitura puder fazer vai fazer”. Assegurou Rafael

Ouça áudio!

DIÁRIO DO SERTÃO
 

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”