header top bar

section content

Pesquisa realizada aponta 4 cidades do Sertão com maior número de usuários de crack. Confira!

O objetivo da pesquisa é apresentar um mapeamento detalhado do consumo de drogas, para ser usado em ações de combate e prevenção.

Por

30/09/2011 às 10h11

Uma pesquisa realizada no Brasil aponta que no Estado da Paraíba, a cidade de São Bento, possui proporcionalmente a maior presença de usuários de crack no Sertão do Estado, seguida respectivamente por Cajazeiras, Patos e Sousa.

O objetivo do estudo é apresentar um mapeamento nacional do consumo de drogas em todo o país, que será usado para planejar ações de combate e prevenção ao crack localizando áreas mais críticas.

Segundo a polícia, São Bento é apontada como um dos pólos de distribuição das drogas que chegam principalmente de Pernambuco e Ceará.

De acordo com o gestor do Programa de Políticas sobre drogas do governo do Estado, João Pereira Gomes Filho, haverá operações policiais de fechamentos dos pontos de venda e desarticulação da cadeia de distribuição da droga.

"Os números finais só serão divulgados no mês de outubro, mas a secretaria de Segurança Pública já está com os dados em mãos para realizar as operações de repressão ao tráfico", disse o gestor

DADOS

O crack está avançando cada vez mais rápido em todo o Estado e os jovens são o alvo mais vulnerável da ação dos traficantes. É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas (Cebrid).

Os dados mostram que a Paraíba possui, atualmente, 35 mil usuários de crack e 62% dos viciados identificados são crianças e adolescentes com idade entre 10 e 18 anos, ou seja 21,7 mil.

O que mais chama a atenção é a entrada cada vez mais precoce no mundo das drogas. Aproximadamente, 8,7 mil usuários têm idades entre 10 e 14 anos. Mas, a maior presença do crack está na adolescência, já que 37% dos usuários têm entre 14 e 18 anos, totalizando quase 13 mil viciados nesta faixa etária.

João Pessoa e Campina Grande, as duas maiores cidades do Estado, somam juntas mais de 60% do total de usuários da Paraíba, o que representa 21 mil.

DIÁRIO DO SERTÃO com Jornal da Paraíba
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula