header top bar

section content

Correio Debate da Correio FM comemora sete anos de sucesso

Neste domingo (15) completa sete anos do programa Correio Debate, da rádio 98FM (Rede Correio Sat) sob o comando de Gutemberg Cardoso, Rui Dantas e Josival Pereira. “Tivemos que discutir e achar uma fórmula eficiente para substituir o insubstituível, que foi Luiz Otávio Amorim”, declara Rui para dar o tamanho exato do desafio a que […]

Por

16/03/2009 às 01h04

/Neste domingo (15) completa sete anos do programa Correio Debate, da rádio 98FM (Rede Correio Sat) sob o comando de Gutemberg Cardoso, Rui Dantas e Josival Pereira. “Tivemos que discutir e achar uma fórmula eficiente para substituir o insubstituível, que foi Luiz Otávio Amorim”, declara Rui para dar o tamanho exato do desafio a que o Trio do Sertão se lançou.

Na avaliação de Rui, que falou ao Portal Correio em nome dos outros dois parceiros, a alquimia deu certo: “Quando fomos convidados pelo Sistema Correio, tínhamos consciência do tamanho do desafio. Topamos e deu certo. Basta que se observe os recordes de audiência, o grau de participação direta de todos os segmentos da sociedade no programa – seja por telefone, e-mail – e os fatos que noticiamos e até geramos, o que denota uma credibilidade ainda não alcançada por qualquer outro concorrente nesses sete anos”.

Mais que audiência e credibilidade, anota Rui Dantas, o Correio Debate também superar todos os concorrentes em grau de abrangência: através de 16 emissoras do Sistema Correio, além de sistemas de som espalhados por vários bairros das principais cidades da Paraíba, o programa alcança toda a Paraíba, além de parte dos estados vizinhos, especialmente Rio Grande do Norte e Ceará, “E espalha pelo mundo pela rede mundial de computadores, a Internet”, completa. A última pesquisa de Ibope verificou: o Correio Debate se mantém na faixa dos 57,9%, mais que o dobro do segundo lugar.

Para explicar porque a receita que adotaram deu certo, Rui Dantas observa que um fator preponderante para o equilíbrio do programa é a definição nítida do papel de cada um ao longo das três horas de audiência fechada, “para o que buscamos identificar o que cada um de nós tinha de melhor para oferecer ao público”: A Gutemberg Cardoso, diretor-geral do Sistema de Rádio, coube papel de ser o ‘o homem da notícia’, aquele avalia fatos e canta pautas; o próprio Rui é o comunicador, o âncora; e Josival Pereira o comentarista, que esmiúça a notícia, o fato e traz alguma luz a mais ao ouvinte”. Todos, porém, são apresentadores.

Segredo do Sucesso
Some-se a essa receita o reforço de uma excelente equipe de produção, que envolve editores, pauteiros e repórteres, todos sob o comando de uma das melhores profissionais do ramo na Paraíba: Verônica Guerra. “Que pelo temperamento está mais pra sertaneja do que pra litorânea”, brinca Rui, para acrescentar que, “sem eles (todos da produção) o programa não seria o mesmo”.

Com três horas de duração (do meio dia às 15 horas, de segunda a sexta-feira) o Correio Debate, constata Rui Dantas, além de prestar um grande serviço de informação à sociedade, abastece de notícias vários outros veículos de comunicação da Paraíba e de outros estados.

O Correio Debate sob o comando e inspiração do Trio do Sertão começou com novo formato no dia 15 de março de 2002. A propósito, o programa tem um vínculo com o terceiro mês do ano: a sua criação, no dia 10 de março de 1980; a morte do seu criador, Luiz Otávio, em 12 de março de 2001, e a nova e atual versão do programa, que começou em 15 de março de 2002. No dia 15 de março de 2010 o programa comleta 30 anos.

Do Portal Corrreio

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares