header top bar

section content

Professor universitário denuncia prefeitura, MP e empresário por máfia do Carnaval

Comentário do professor foi postado na rede social Facebook.

Por

23/01/2016 às 14h41

O professor universitário e militante do Partido dos Trabalhadores em Cajazeiras, José Maria Gurgel fez duras críticas ao governo municipal e ao Ministério Público ao comentar sobre o desabafo do vereador foi após a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta limitando o funcionamento dos blocos e praças alternativas.

VEJA TAMBÉM

► Vereador acusa autoridades de acabarem com o carnaval de Cajazeiras; Advogado completa: ‘MP sepultou e instaurou Toque de Recolher em Cajazeiras’

► Elite: Carnaval de Cajazeiras terá áreas VIP, Prime e entrada pode sofrer aumento. Vídeo​

► Vereador defende 'Praça dos Blocos' no Carnaval de Cajazeiras e diz que se tentarem tirar, terá briga

José Maria comentou através da rede social, Facebook, sobre a polêmica gerada em Cajazeiras e um dos assuntos mais comentados da semana por toda imprensa, inclusive estadual, que lamentou o ocorrido.

O petista criticou a limitação da liberdade de ir e vir, garantida pela Constituição Federal e declarou que Cajazeiras está vivendo novamente uma “Ditadura“.

Indignado com a decisão, o professor ainda tachou a administração pública, o Ministério Público e o empresário Tiko Miudezas de formarem uma máfia, que transformaram o carnaval, uma manifestação cultural em uma fonte de lucro.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan