header top bar

section content

Em entrevista emocionante, Timbu relembra carreira, amigos e declara amor a Cajazeiras

Seresteiro foi uma das figuras centrais do carnaval de rua de Cajazeiras em 2016 e homenageado na Praça do Frevo

Por Luzia de Sousa

11/02/2016 às 19h38 • atualizado em 12/02/2016 às 16h15

Timbu, uma das figuras centrais do carnaval de rua de Cajazeiras, homenageado na Praça do Frevo neste ano, está voltando para a capital João Pessoa, onde reside há dez anos, mas leva consigo lembranças de um dos carnavais mais emocionantes da sua vida.

Mesmo limitado fisicamente e com a idade já avançada – tem 72 anos e precisou amputar as duas pernas por problemas de saúde -, o lendário seresteiro aceitou subir ao palco da Praça do Frevo para cantar os velhos sucessos carnavalescos em ritmo de frevo e marchinha e atraiu um grande e fiel público.

VEJA TAMBÉM

♦ Foliões lotam a Praça do Frevo e seresteiro Timbu se emociona após receber homenagem

Sentado em sua cadeira de rodas, acompanhado pela Orquestra Santa Cecília, o maestro Dedé e Edu Batera no apoio vocal, o mestre mostrou que o gogó continua em dia e o carisma também não se perdeu.

Algumas vezes a voz até quis falhar, mas não foi por falta de fôlego, e sim pela emoção de estar sendo homenageado na terra que ama, diante de tantos amigos e pela qual perpassa tantas recordações comoventes.

Na emocionante entrevista acima, Timbu relembra a carreira, a homenagem da Praça do Frevo, o que mais lhe traz saudade da antiga Cajazeiras, os amigos e conta sobre sua vida longe da terra-natal.

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares