header top bar

section content

Professor Damacena declara:

não creio em ‘ressurreição’ do Colégio Diocesano

Por

16/10/2008 às 14h49

width=200“Quando eu falo do Colégio Diocesano, eu me emociono muito. O Colégio Diocesano faz parte da minha vida. Uma boa parte dela foi construída junto com a história do Colégio Diocesano. Pra mim seria motivo de muita alegria ver o Colégio Diocesano com suas portas abertas aos alunos mais carentes. O Colégio Diocesano sempre foi isso. Se ele voltasse a ser aberto, isso seria um sonho, e a gente teria que parabenizar dezenas de vezes a administração do bispo Dom José Gonzáles”

Crer ou não crer: eis a questão para o professor Francisco Damacena, ex-diretor do extinto Colégio Diocesano Padre Rolim, que parece mesmo não confiar na hipótese de a escola mais tradicional de Cajazeiras voltar a funcionar.

Berço de educadores em todo o estado, há alguns anos o Colégio Diocesano, fundado junto com a própria cidade pelo Padre Rolim, não resistiu aos gradativos problemas estruturais que impossibilitavam cada vez mais sua continuidade como instituição de ensino e fechou, cedendo suas instalações para a FAFIC – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras.

Vez e outra surgem comentários na cidade de que pode haver a possibilidade do Colégio reabrir suas portas. Porém, para quem esteve lá dentro e durante anos soube do que é preciso para que tal sonho se torne realidade, ressuscitar o saudoso não é tarefa fácil. 

Da redação do Diário do Sertão

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!