Educação
22/11/2016 às 16h12 • atualizado em 22/11/2016 às 16h17

postado por: Jocivan Pinheiro

Ocupantes da UFCG decidem permitir que os alunos do Ensino Médio fechem o ano; Vídeo!

Com a presença de pais de alunos, estudantes e professores realizaram uma assembleia no auditório da Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras

Com a presença de pais de alunos, estudantes e professores realizaram uma assembleia no auditório da Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras, na manhã desta terça-feira (22), na Universidade Federal de Campina Grande – Campus de Cajazeiras para discutirem os rumos da ocupação no campus.

Mãe lê 'carta' da filha que é a favor da ocupação

Mãe lê ‘carta’ da filha que é a favor da ocupação

A assembleia começou por volta das 8h e foi marcada por debates entre os alunos da Escola Técnica de Saúde e os estudantes que estão ocupando o campus em protesto contra a reforma do ensino médio e a PEC 55 do governo Temer.

De um lado os estudantes do Ensino Médio que veem a ocupação como uma medida que irá interferir no cronograma de fechamento do ano letivo. Do outro lado os estudantes do Ensino Superior que estão ocupando a UFCG há alguns dias, mobilizados com os demais estudantes pelo Brasil que são contra as medidas do governo.

Depois de muita divergência, os alunos que estão ocupando a UFCG decidiram abrir uma exceção para os secundaristas e vão permitir que, mesmo com o campus ocupado, eles concluam o ano letivo, já que só estão faltando algumas provas de recuperação.

Durante a assembleia, o discurso que mais chamou a atenção foi o de Gilmara Gonçalves, que leu um texto escrito pela sua filha em que a adolescente justifica por que é a favor da ocupação. Emocionada, Gilmara disse que antes era contra o movimento dos estudantes, mas depois de ler as palavras da filha, mudou de opinião (assista no vídeo).

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário