header top bar

section content

AMENIZANDO: Gerente da Suplan explica problemas na estrutura da Escola Técnica de Cajazeiras, garante conserto até sexta e diz que adiamento das aulas foi por outro motivo

Depois de pouco mais de 40 dias da sua inauguração, o prédio da escola apresentou danos que deixaram alunos preocupados

Por Jocivan Pinheiro

13/02/2017 às 13h55 • atualizado em 13/02/2017 às 13h56

A Escola Estadual Cidadã Integral Técnica Professora Nicéa Claudino Pinheiro, em Cajazeiras, foi inaugurada no final do ano passado com um investimento de quase R$ 14 milhões do Governo do Estado. Depois de pouco mais de 40 dias da sua inauguração, a obra já apresenta alguns defeitos. Pelas imagens no vídeo acima é possível observar rachaduras no muro e deformação no teto do lado externo do prédio.

A escola tem capacidade para atender 1.200 alunos com dois cursos iniciais nas áreas de Produção Industrial (Técnico em Vestuário) e Informação e Comunicação (Técnico em Informática), e as aulas estão previstas para começarem no início de março, mas o prédio já está precisando de reparos na estrutura.

VEJA MAIS: Regional de Educação anunciou data do início das aulas da Escola Técnica de Cajazeiras

Calhas cederam com água da chuva, segundo engenheiro

O gerente regional da  Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan) ameniza o problema justificando que o que aconteceu no teto foi um acúmulo de água das chuvas por conta de materiais da obra que foram deixados obstruindo as calhas, mas o reparo é simples e será concluído até a próxima sexta-feira.

“Depois da instalação do ar condicionado e outros serviços que foram feitos na coberta, ficaram restos de materiais e isso entupiu os ralos, transbordou e houve simplesmente um vazamento”, explica Francisco Lira Braga.

Francisco Lira Braga, gerente regional da Suplan

Ele nega que as aulas tenham sido adiadas por causa desse problema: “As aulas não começaram hoje não foi por conta disso, foi problema da Energisa, e a diretoria achou melhor só começar dia 2 de março.”

A escola possui 12 salas de aula, biblioteca, sala multimídia, auditório com capacidade para 200 lugares, sala técnica, quadra poliesportiva, área de vivência com palco, laboratórios de informática, línguas, matemática, entre outras dependências.

DIÁRIO DO SERTÃO

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview