header top bar

section content

Parando: Professores da UFCG de Cajazeiras podem anunciar greve em assembleia pública

A audiência vai ocorrer no dia 03 de junho (quarta-feira) às 14 horas no auditório da instituição.

Por

28/05/2015 às 17h00

A presidente da ADUC (Associação de Docentes Universitários de Cajazeiras), Risomar Alves anunciou nesta quarta-feira (27) uma assembleia que irá decidir se a UFCG (Universidade Federal de Campina Grande) campus de Cajazeiras vai aderir à greve. A audiência vai ocorrer no dia 03 de junho (quarta-feira) às 14 horas no auditório da instituição.

Para Risomar, os professores precisam de melhores condições de trabalho para oferecer aos alunos uma educação adequada e esse será um dos pontos da possível greve, além da revisão dos salários e maior valorização da educação pública.

A vice-presidente da ADUC, Mariana Moreira disse que, os professores também precisam se preocupar em garantir os direitos que já foram conquistados. Segundo ela, o Governo não tem dado a devida atenção que as reivindicações dos professores merecem.
 
A tesoureira da ADUC, Sofia Dionízio falou sobre os pontos que estão sendo reivindicados pelos professores e destacou principalmente, as condições de trabalho. Segundo Sofia, outra questão que tem sensibilizado os professores é a situação dos funcionários terceirizados.

Assista a entrevista dos organizadores da assembleia

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras