header top bar

section content

Reitor ignora Conselho, adere a Ebserh , garante HUJB em Cajazeiras e construção de novo hospital da UFCG

A decisão aconteceu após receber ofício do MEC afirmando que o provimento de pessoal para os hospitais somente será autorizado no âmbito da Ebserh. Veja!

Por

26/03/2014 às 18h38

Cajazeiras tem motivos para comemorar

Mesmo com a desaprovação do Conselho Deliberativo de Campina Grande, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), através do Reitor Edilson Amorim, encaminhou nesta quarta-feira (26), documento ao Ministério da Educação (MEC), oficializando a adesão da instituição de ensino à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Com a decisão do Reitor, resolve administrativamente um impasse que vinha se arrastando há algum tempo, o que garante a gestão compartilhada dos hospitais universitários de Campina Grande e Cajazeiras com a empresa criada pelo Governo Federal, além de assegurar a contrução de um novo hospital na terra do Padre Rolim, com 200 leitos.

A decisão foi tomada após o Reitor tentar, por três vezes, rediscutir a adesão no Colegiado Pleno do Conselho Universitário, sem que conseguisse deliberar em virtude dos tumultos criados pelos setores contrários a adesão, já que estava forçado pelo limite do prazo estipulado pela Justiça Federal para que a universidade comprovasse a vinculação do Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), do campus de Cajazeiras, à Ebserh ou promova abertura concurso público em caráter excepcional e temporário, que se encerraria nesta quinta (27).

A deliberação da reitoria aconteceu após receber ofício do MEC afirmando que o provimento de pessoal para os hospitais universitários somente será autorizado no âmbito da Ebserh e de acordo com seu modelo de gestão.

O reitor esteve na semana passada em Brasília tentando junto à Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC) solucionar a questão do pagamento da folha de pessoal do HUJB e obter autorização para realização do processo seletivo temporário para, com isso, retomar a rediscussão no Colegiado Pleno – respeitando a decisão daquele colegiado, na reunião do último dia 18, de reanalisar a decisão tomada em 2012 – contrária à adesão.

No entanto, sem obter êxito nas negociações com o MEC e diante da exigüidade do prazo estabelecido pela Justiça, Edilson Amorim se viu compelido a decidir administrativamente.

DIÁRIO DO SERTÃO com informalções de Adjamilton Pereira

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda