header top bar

section content

Em CZ: Reitor da UFCG vai empossar ex-diretor e promete resolver impasses dos hospitais

Edilson Amorim entendeu que era mais viável, do ponto de vista administrativo, manter a atual direção do CFP. Entenda!

Por

26/12/2013 às 16h52

O reitor da Universidade de Campina Grande (UFCG), Edilson Amorim informou nesta quinta-feira (26), que vai nomear interinamente, o professores José Cezário Almeida para direção do Campus de Cajazeiras.

A decisão de Edilson se deve ao impasse da última eleição para direção da universidade na Terra do Padre Rolim, onde a chapa vitoriosa, a da professora Lígia Calado foi contestada judicialmente pleo segundo colocado, o professor Antonio Fernandes.

Segundo informações do jornalista Adjamilton Pereira, as especulações davam conta reitor poderia nomear os professores mais antigos do campus, José Antonio de Albuquerque e Antonio Gonçalves, o que não foi confirmado.

Edilson Amorim entendeu que era mais viável, do ponto de vista administrativo, manter a atual direção, evitando duas mudanças seguidas na gestão, o que poderia prejudicar projetos em andamento.

Outro impasse
O reitor Edilson Amorim também confirmou que a UFCG vai aderir a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), para que não haja problema na conclusão do processo de federalização do Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), nem cause prejuízo na conquista do novo Hospital Universitário, com investimentos de R$ 2 bilhões do programa ‘Mais Médicos’.

Entenda
A diretora geral do Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB), Mônica Paulino demonstrou muita preocupação esta semana ao relatar atual situação da unidade de Saúde cajazeirense.

Mônica lembrou que a responsabilidade da prefeitura em manter os profissionais de saúde acaba no próximo dia 27 de janeiro de 2014, porém, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) não fez a adesão a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que é responsável pela contratação dos profissionais.

Ela revelou que há risco de quebra na continuidade dos serviços prestados pelo HUJB, pois em fevereiro poderá estar sem profissionais para realizar os atendimentos à população.

A diretora disse ainda, que a cidade de Cajazeiras poderá perder a construção do novo hospital de 200 leitos, de média e alta complexidade, que foi contemplada dentro do programa “Mais Médicos”, prevista para iniciar em 2014, já que o planejamento e coordenação destas obras estão também a cargo da Ebseh.

Veja também: Cajazeiras poderá perder hospital de R$ 2 bi, além de ficar sem médico no HUJB. Confira!

DIÁRIO DO SERTÃO

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!

ENTREVISTA

VÍDEO: Artista sousense que impressionou o público com suas pinturas fala sobre sua obra e trajetória