header top bar

section content

Com vagas para Cajazeiras, Patos, Pombal e Sousa, inscrições para aprendiz dos Correios são prorrogadas

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site dos Correios.

Por Luzia de Sousa

12/06/2018 às 07h55

Emprego na Paraíba (Foto da internet)

Foi prorrogado o prazo para inscrição no processo seletivo do programa Jovem Aprendiz dos Correios com vagas para várias cidades da Paraíba, inclusive para o Sertão do Estado. O interessado tem até o dia 15 de junho deste ano para se inscrever para as 47 vagas vagas disponíveis, através do site. O salário é de R$ 448,46, com vale transporte e vale refeição ou alimentação.

As oportunidades estão distribuídas da seguinte forma: Na modalidade presencial as vagas são para Bayeux (1), Campina Grande (7), João Pessoa (29), Queimadas (1) e Santa Rita (1) – e na modalidade à distância são para em Cajazeiras (1), Guarabira (1), Mamanguape (1), Patos (2), Pombal (1), Sapé (1) e Sousa (1).

A carga horária exigida é de 20 horas semanais, com 4 horas diárias, durante os 12 meses de contrato – concilia uma fase teórica no curso de aprendizagem de Assistente Administrativo ou de Assistente de Logística, no Senai (presencial ou à distância) e uma fase prática nos Correios.

Para participar, o candidato deve ter de 14 a 22 anos completos, estar matriculado na escola e cursando, no mínimo, o 9º ano do ensino fundamental. Pessoas com deficiência não têm limitação de idade para concorrer. A seleção leva em conta renda familiar, aprovação escolar, série atual e participação em projetos sociais.

Veja o edital!

DIÁRIO DO SERTÃO

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula