header top bar

section content

Homem se livra da prisão depois de matar amante com um pepino durante relação íntima

Um homem que matou sua companheira acidentalmente enquanto estava usando um pepino como brinquedo íntimo foi poupado da prisão

Por Redação Diário

17/03/2016 às 18h36 • atualizado em 17/03/2016 às 18h38

Caso foi parar na delegacia de Cajazeiras

Oliver Dietmann, de 46 anos de idade, casado e pai de uma filha, se envolvia com uma amante chamada Rica Varna, da mesma idade que ele.

O homem aproveitou que sua esposa e filha não estavam em casa (na Alemanha) e levou a “outra” para o local, onde tiveram relação íntima. Durante os momentos de “amor” ele usou de um pepino para dar prazer à amante.

Posteriormente ele fatiou o vegetal e colocou na boca da mulher, mas lembrou-se de alimentar seu cão porque uma carne que estava o fogo para dar ao animal começou a cheirar a queimado.

Logo depois Oliver foi fumar um cigarro e quando voltou para o quarto encontrou Rica inconsciente. A mulher havia ficado incapaz de respirar devido ao pepino em sua boca e morreu.

Eles haviam bebido quatro garrafas de vinho e vários copos de aguardente, e o tribunal que tratou do caso, em Mannheim, entendeu que morte foi acidental.

Além de uma pena suspensa de 20 meses, o homem também foi condenado a pagar 6.000 euros (mais de R$ 25 mil) como multa.

Gadoo com Metro

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares