header top bar

section content

Atriz de ‘50 Tons’ se diz ‘entediada’ após gravar cenas de sexo por sete horas

Em entrevista à revista americana ‘Interview’, a protagonista Dakota Johnson afirmou que as filmagens não eram algo confortável. ‘Já estou cansada’, disse

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

29/04/2016 às 12h41

Cena do filme Cinquenta Tons de Cinza (Foto: Reprodução / Veja)

Em entrevista à revista americana Interview, a protagonista da franquia Cinquenta Tons de Cinza, Dakota Johnson, intérprete da mocinha Anastasia, falou sobre sua rotina na gravação de Cinquenta Tons Mais Escuros, segundo filme da série. “Estou fazendo uma cena de sexo hoje. Não é confortável. É bem entediante. Estamos simulando sexo há sete horas já, e estou cansada”, disse.

No ano passado, pouco antes da estreia de Cinquenta Tons de Cinza, Dakota deu uma entrevista em que disse que chegou a sentir dor em algumas cenas do longa. “Jamie (Dornan, intérprete do Christian Grey) era o primeiro a me cobrir quando a gente terminava de gravar e eu não estava vestindo muita coisa. Ele estudou bastante as práticas de bondage (fetiche de amarrar e imobilizar o parceiro) para que tudo fosse feito de forma segura. Mas é óbvio que muitas vezes foi doloroso”.

O segundo filme inspirado na trilogia de livros de E.L. James está sendo dirigido por James Foley (de House of Cards), que também já está contratado para comandar o terceiro longa, Cinquenta Tons de Liberdade. O posto de diretor ficou vago depois que Sam Taylor-Johnson, responsável pela primeira produção, se desentendeu com a autora dos livros e decidiu abandonar a franquia

Veja

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Associação dos Ciclistas de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa