header top bar

section content

Cantor causa polêmica ao dizer que Brasil fabrica miniputas em suas redes sociais

Músico causou polêmica com comentário sobre caso de abuso coletivo ocorrido no Rio de Janeiro

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

31/05/2016 às 11h15 • atualizado em 31/05/2016 às 11h18

Lobão comentou caso nas redes (Foto: Divulgação/Twitter)

O cantor Lobão causou polêmica nas redes sociais, ao se pronunciar sobre o caso da menina de 16 anos que foi estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro.

“Num país que se fabrica miniputas, com uma farta erotização precoce e com severa infantilização da população reduzindo as responsabilidades (…) Não é de se surpreender esses lamentáveis casos de estupro”, disse ele no Twitter.

Após receber críticas e entrar em algumas discussões, o músico enfatizou sua preocupação com os dados alarmantes da prostituição e erotização infantil.

Mais tarde, Lobão pediu que o foco fosse voltado para questões políticas e ainda argumentou uma possível arapuca contra o governo de Michel Temer.

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares