header top bar

section content

MP quer pena para jornalista da Record por comentário racista com jornalista do Jornal Nacional

O jornalista da Record foi condenado em segunda instância pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

28/06/2016 às 09h30

Amorim disse que Heraldo Pereira, da Globo, era “negro de alma branca” (Foto: Montagem)

Paulo Henrique Amorim deverá cumprir imediatamente a pena pelo crime de injúria racial após determinação do Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF).

O jornalista da Record foi condenado em segunda instância pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) após afirmar em seu blog, “Conversa Afiada”, que Heraldo Pereira, da Globo, era “negro de alma branca”.

No último dia 15 de junho, a ministra do STJ Laurita Vaz determinou que uma cópia dos autos fosse enviada à Justiça do DF, onde o processo começou. A 5ª Vara Criminal de Brasília vai analisar os documentos e decidir se ele pode cumprir a pena de 1 ano e 8 meses de prisão, que deve ser convertida em outro tipo de punição devido à idade de PHA, 74 anos.

O caso aconteceu em 2009, quando Amorim se referiu a Pereira como um profissional que “não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde”.

Notícias ao Minuto

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda