header top bar

section content

Para realizar sonho na TV, Portiolli aceitou salário de R$ 500

O sacrifício valeu a pena. Hoje Celso é apresentador e responsável pela apresentação, direção e comercial de duas atrações

Por Estagiário

17/10/2016 às 13h00

Celso Portiolli parece que sempre soube aonde queria chegar. Foio que demonstrou ao contar, na tarde de ontem sábado (15), que, para realizar um sonho antigo, aceitou trabalhar como produtor no SBT pelo salário de R$ 500, cinco vezes menos do que ele ganhava no emprego em que trabalhava anteriormente. O acordo, entretanto, valia a pena: foi fechado pessoalmente com Silvio Santos.

Portiolli contou que desistiu do cargo de vereador no Mato Grosso do Sul, foi a São Paulo e, com o objetivo de trabalhar na TV, se encontrou com Silvio Santos. Na ocasião, ele se ofereceu para trabalhar no SBT.

“Eu tinha uma loja de CD, eu trabalhava em duas emissoras de rádio, promovia shows, ganhava uns R$ 2,5 mil. Quando o Silvio Santos me contratou, ele me falou que a televisão não pagava muito bem e me daria R$ 500. Ele me perguntou porque eu trocaria o salário de R$ 2,5 mil por R$ 500 e eu respondi ‘Silvio, o meu grande sonho é trabalhar aqui no SBT’. Ele esticou a mão e vim trabalhar aqui”, contou o apresentador a Raul Gil, segundo informa o UOL.

O sacrifício valeu a pena. Hoje Celso é apresentador e responsável pela apresentação, direção e comercial de duas atrações, o “Domingo Legal” e o “Sabadão”. O salário atual, porém, é mantido em segredo.

Pupilo de Silvio Santos, Celso Portiolli começou a carreira de apresentador no SBT há 20 anos. Tamanho reconhecimento o levou a substituir ninguém menos de Gugu Liberato, após saída deste para a Record, em 2009.

Notícias ao Minuto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Garotinha de Cajazeiras que não tem os membros dá lição de vida e emociona com sua história

VÍDEO

Historiador diz não ‘concordar’ com mudança na data comemorativa de emancipação política de Cajazeiras

DETALHES DO JÚRI

VÍDEO: Secretária revela bastidores do julgamento do caso Érika e diz que houve distinção de tratamento

22 DE AGOSTO

VÍDEO: Prefeitura de Cajazeiras corre para conseguir recapear todas as entradas antes do dia da cidade