header top bar

section content

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestam queixa por racismo

Titi, de 2 anos, foi adotada pelo casal após viagem de Giovanna ao Malauí para gravar quadro para o programa Domingão do Faustão, no começo do ano.

Por Priscila Belmont

13/11/2016 às 19h30 • atualizado em 13/11/2016 às 12h25

Giovanna Ewbank e a filha Titi (Foto: Reprodução/Instagram)

O casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestaram queixa por racismo na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática no Rio de Janeiro por causa de mensagens ofensivas direcionadas à filha adotiva, Titi, segundo o colunista do jornal O Globo Ancelmo Gois.

A denúncia foi motivada por comentário deixado por um seguidor em selfie postada por Giovanna no Instagram. “Vcs tinham que adotar uma menina de olhos azuis isso sim iria combinar e não aquela pretinha parece uma macaquinha #lugardepretoénaafrica!!!”, escreveu a pessoa ainda não identificada.

O perfil falso também publicou mensagens ofensivas contra a cantora Gaby Amarantos na mesma rede social e foi apagado.

Titi, de 2 anos, foi adotada pelo casal após viagem de Giovanna ao Malauí para gravar quadro para o programa Domingão do Faustão, no começo do ano.

MSN

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida

SAÚDE MENTAL

VÍDEO: “Psicologia no Ar” reestreia na TV debatendo as dúvidas e estereótipos que os psicólogos carregam

ENTREVISTA

VÍDEO: Com demonstrações ao vivo, fisioterapeuta cajazeirense explica como funciona a Quiropraxia

VÍDEO!

CONTRA MÃO: Aliado do prefeito de Cajazeiras critica políticos de Brasília, mas admite votar em “golpista”