header top bar

section content

Musa defendem usar pouca roupa no carnaval: ‘Meu corpo não muda quem eu sou’

Juju Salimeni, não quer nem saber se os movimentos feministas estão torcendo o nariz para a exposição do corpo

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/02/2017 às 09h08 • atualizado em 18/02/2017 às 20h19

Juju Salimeni destruiu a Sapucaí em 2016 (Foto: Roberto Moreyra/ beleza: Carla Ashton e Douguinho/ Locação Cidade das Artes / Agência O Globo)

Este ano não vai ser igual aquele que passou… O carnaval vem ganhando regras rígidas de comportamento. Marchinhas tradicionais estão com os dias contados e a nudez feminina, que há anos é vista como mais uma alegoria dos desfiles de escolas de samba, é apontada como uma ameaça ao empoderamento. Na contramão desta folia politicamente correta, as musas purpurinadas militam pela exposição democrática do corpo e decretam: vai ter pouca roupa, sim!

Juju Salimeni, não quer nem saber se os movimentos feministas estão torcendo o nariz para a exposição do corpo. A paulista chegou ao carnaval carioca em 2016 destruindo a Sapucaí com suas formas esculpidas em horas na academia. “Empoderamento é fazer o que eu quero. Meu corpo, vestido ou não, não define a minha essência, não muda quem eu sou”, avisa ela, que na Avenida vai representar Madona no enredo tijucano: “Quer mulher mais feminista que ela? E ela usou a sensualidade para dar seu recado de liberdade”.

Salimeni lembra da época em que trabalhava de biquíni como assistente de palco. “Nunca me senti desrespeitada ou objetificada. Era um trabalho e eu sabia o que era desde o início. Eu procurei estudar, nunca quis fazer a linha ‘mulher bonita e burra’. Falo inglês fluentemente, fiz Administração, e aos poucos mostrei que era mais que um corpo, embora minha encucação com isso seja zero”, explica: “O corpo nu ou quase nu para mim, que sou atleta, tem a ver com a transformação, com a parte visual do que conseguimos fazer com nossas formas”.

Extra

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan