header top bar

section content

Ex-atriz da globo posta foto nua fazendo faxina aos 55 anos e diz que perdeu 20kg

"A foto foi feita na casa do (ator) Ney Latorraca, durante os ensaios da peça 'As cadeiras'. Eu fiquei nua e resolvi participar do protesto", conta ela

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/02/2017 às 08h00 • atualizado em 18/02/2017 às 20h29

Tássia explica foto nua 'fazendo faxina' (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma foto de Tássia Camargo movimentou as redes sociais na última semana. Nela, a atriz de 55 anos aparece nua, apenas com um avental e faxinando a casa. Ela explicou que a foto foi feita em abril de 2016 durante a campanha feminista “Bela, recata e do lar” – um protesto contra o perfil da mulher do presidente Michel Temer, Marcela Temer, na revista ‘Veja” -, e republicada pelo Facebook esta semana na pasta “fotos em destaques”.

“A foto foi feita na casa do (ator) Ney Latorraca, durante os ensaios da peça ‘As cadeiras’. Eu fiquei nua e resolvi participar do protesto”, conta ela, acrescentando que não acompanhou a repercussão da imagem. “A foto, na época, cabia, não foi gratuita e nem se trata de um ato de coragem. Não estou nem aí para a opinião dos outros. Não fiz para me exibir, até porque, eu estava mais gordinha nessa época.”

Tássia avisa, porém, que na ocasião estava pesando cerca de 70kg e que hoje está 20kg mais magra.

“Sou uma mulher que tem menopausa, que toma hormônio, que tem intolerância a alguns alimentos. Então, não sou mais um símbolo sexual nem uma garotinha. Me cuido, faço esteira, mais tudo por saúde e pela minha profissão”, diz ela, capa da “Playboy” nos anos 80.

Extra

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula