header top bar

section content

Música é mais afrodisíaca que vinho e lingerie e melhora o sexo, mostra pesquisa

Para 90% dos brasileiros entrevistados, a música ajuda a melhorar a performance no sexo e traz ainda mais prazer para a relação

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

23/02/2017 às 17h07 • atualizado em 23/02/2017 às 14h09

Para brasileiros, música é um combustível e tanto para o sexo (Foto: shutterstock)

A música está presente em diversos momentos. Estudos mostram que o escutar aquele som que você gosta melhora o resultado das atividades físicas . E pesquisa também indica que a cancão preferida embala e até melhora o desempenho sexual.

Segundo pesquisa com 2.000 pessoas feita pelo Deezer em colaboração com a especialista internacional em sexo, linguagem corporal e relacionamentos, Tracey Cox, 90% dos brasileiros que respoderam a enquete dizem que a música ajuda na performance na cama de alguma maneira. E escolher um bom ritmo é fundamental, já que para 60% das pessoas é isso que influencia e faz melhorar o desempenho. Depois, com 45% vem a melodia e, por fim, com 33% das respostas, as batidas por minutos.

Melhor afrodisíaco

De acordo com os entrevistados, você deve esquecer vinhos ou até a lingerie especial e investir nas faixas de seu artista preferido para conquistar o parceiro ou a parceira e ter ainda mais prazer no sexo. Enquanto 52% diz que as canções são a alternativa ideal para criar aquele clima , 37% respondeu que prefere tomar vinho, 13% outros drinques, 8% comer chocolate. Também entraram nesta lista escolher uma bela lingerie sexy (37%) e investir em uma luz ambiente, de menor intensidade (36%).

Ainda na ala dos amantes de um bom som, 63% das pessoas falaram que isso é ponto obrigatório para o sexo. Já para 40%, a relação dura mais com uma trilha sonora e 30% ainda afirmaram que se sentem até mais excitados .

Onde fazer sexo

Escutar as cancões preferidas ainda combina com o desejo de muitos por apimentar ou variar a relação, levando o sexo para fora das quatro paredes do quarto. Brasileiros disseram que gostam de apostar em uma transa no carro , com o rádio ligado. E além de também terem vontade de fazer sexo na praia ou na cozinha, dizem que um dos lugares mais diferentes para uma relação são em shows ou festivais.
A relação da música com o prazer e o desempenho sexual pode ter origem na ciência, da mesma forma que isso afeta os resultados nos exercícios. Médicos defendem que escutar a trilha sonora preferida mexe com a região do cérebro onde estão os sentimentos e as emoções e faz com que sejam liberados neurotransmissores como endorfina e dopamina, que estão intimamente ligados ao prazer e as recompensas. Se melhora o desempenho na academia, por que não tentar o mesmo na cama?

IG

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!