header top bar

section content

BOMBA: Ator da Globo é acusado de assediar funcionária da emissora. Veja vídeo!

Segundo a figurinista, que não foi revelada, o ator teria a intimidado, xingado e apalpado seu corpo sem ela permitir.

Por Luzia de Sousa

04/03/2017 às 10h35

Durante o programa “Fofocalizando” exibido na tarde desta sexta-feira (03), o jornalista Léo Dias, que compõe a equipe de apresentadores da atração, anunciou que o ator global José Mayer está sendo denunciado por uma funcionária da TV Globo, em razão de ele ter a assediado dentro da emissora carioca.

Segundo a figurinista, que não foi revelada, o ator teria a intimidado, xingado e apalpado seu corpo sem ela permitir. Além disso, uma outra funcionária do canal “teria pedido demissão depois que ele a teria agarrado à força no camarim”, informa Léo Dias.

Com isso, a Rede Globo está apurando as acusações feitas e ainda prefere não se manisfestar sobre o assunto. “As relações entre funcionários e colaboradores da Globo se dão em um ambiente de harmonia e colaboração, de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. O desrespeito no ambiente de trabalho não é tolerado pela emissora. A Globo não comenta assuntos internos”, esclareceu a emissora por meio de nota enviada à imprensa.

Por incrível que pareça, em dezembro do ano passado, Mayer chegou a falar que é contra a infidelidade em entrevista ao jornal “Extra”. “É o rompimento de um pacto importante, que pressupõe respeito e fidelidade. Eu acho esse pacto muito valioso. Estou casado há 41 anos [com a atriz e produtora Vera Fajardo], por isso digo”, dissertou.

Famosos na WEB

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula