header top bar

section content

Ana Paula Valadão critica feminismo e diz que mulher deve servir mais: “Sou feminina e não feminista”

De acordo com a líder religiosa, o cristianismo foi o precursor dos direitos humanos, pois segundo o apóstolo Paulo, não há distinção ou preconceito entre pessoas.

Por Priscila Belmont

13/03/2017 às 17h02

A cantora e pastora Ana Paula Valadão gravou um vídeo, no último dia internacional da mulher, fazendo declarações um tanto polêmicas. De acordo com a líder religiosa, o cristianismo foi o precursor dos direitos humanos, pois segundo o apóstolo Paulo, não há distinção ou preconceito entre pessoas.

Ela enquadrou a mulher como auxiliadora do lar e responsável por edificar a estrutura que é a família. Atualmente, segundo Ana Paula, a mulher saiu do seu lugar, que é importante: “Não vamos fazer greve, vamos servir mais, ser mulheres segundo os padrões bíblicos”, admoestou a religiosa.

Estratégias femininas, dóceis, mansas, devem ser a marca de luta da mulher: “E que você possa se levantar como mulher de Deus, não como feministas, vamos ser mulheres femininas”, aconselhou.

O vídeo passou a ser compartilhado com algumas críticas de internautas e apoio de outros.

Polêmica Paraíba

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”