header top bar

section content

Mulher de Domingos Montagner supera morte do ator com ajuda dos filhos:’Família’

O ator morreu afogado no Rio São Francisco, em Sergipe, no dia 15 de setembro de 2016 durante intervalo das gravações de "Velho Chico".

Por Priscila Belmont

30/03/2017 às 08h44

Luciana Lima, 43 anos, estava em casa, na cidade de Embu das Artes (SP), quando o telefone tocou.

Mulher de Domingos Montagner, Luciana Lima falou como recebeu a notícia da morte do marido e afirmou que os filhos Leo, de 13 anos, Antonio, de 10, e Dante, de 6, a ajudam superar a dor. O ator morreu afogado no Rio São Francisco, em Sergipe, no dia 15 de setembro de 2016 durante intervalo das gravações de “Velho Chico”.

“Não acompanhei as redes sociais, onde o desaparecimento era assunto desde as 14h. Quando deu umas 15h, o empresário dele me ligou, eu estava no galpão. Senti um tom preocupado em sua voz. Aí começou o processo. Liguei para a escola dos meus filhos, pedi que saíssem mais cedo para evitar que deparassem com o burburinho. O mais velho estava em casa”, contou à revista “Marie Claire”.

Atriz foi avisada sobre desaparecimento do ator

Luciana, que recebeu R$ 4 milhões de indenização da TV Globo, também contou que foi comunicada sobre o acidente. Segundo a artista circense, antes de contar aos herdeiros sobre a morte do pai ela tentou evitar que as crianças fossem informadas por meio da internet ou colegas. O mais velho foi o primeiro a saber.

“Assim que cheguei, disse a ele o que estava acontecendo, e ele respondeu: ‘Não vai acontecer nada, meu pai sabe nadar e não pode ir contra a correnteza. Vai se deixar levar, alguém vai encontrá-lo’. Concordei e pedi para não entrar em redes sociais. Perto das 18h, chegaram os pequenininhos – muitos amigos nossos já estavam ali conosco. Expliquei o que acontecia. O do meio começou a chorar, depois o menor. Mônica Albuquerque, diretora de produção da Globo, ligou pouco depois e disse: ‘Lu’. Nesse ‘Lu’, eu senti. ‘Você não tem uma boa notícia para mim?’, perguntei. Ela disse que não”, lembrou.

Força dos filhos ajuda Luciana a superar a perda

Luciana ainda explicou como é se readaptar após a perda. “É um exercício. Estamos ressignificando os lugares que frequentávamos com ele, alimentamos memórias. Mas as crianças assimilam a perda de outra maneira: o agora é mais importante do que o amanhã”, comentou ela, ressaltando que a força dos filhos a ajuda a superar a morte de Domingos, que continua tendo sua rede social abastecida: “Diariamente. É o imediatismo deles que me sustenta. Estamos aprendendo a viver nessa configuração de família”.

MSN

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan