header top bar

section content

Ator da globo detona sobre assédio: ‘Mulher tem que se colocar para não instigar o outro’

Fátima Bernardes relembrou no 'Encontro' o ato que aconteceu na Globo em apoio à figurinista Susllem Meneguzzi Tonani

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

06/04/2017 às 08h52

Oscar Magrini (Foto: Divulgação / TV Globo)

Nesta quarta-feira (5), o ator Oscar Magrini participou do ‘Encontro’, na Globo, onde fez um comentário polêmico durante um bate papo sobre assédio. Fátima Bernardes relembrou o ato que aconteceu na Globo em apoio à figurinista Susllem Meneguzzi Tonani, que denunciou assédio praticado pelo ator José Mayer.

“Acho que não só aqui na Globo como em todos os lugares sempre existiu o assédio, da própria mulher também em cima do homem, mas a minha liberdade termina onde começa a sua. Deve ter havido muito assédio sim, essa menina chegou, se pronunciou, falou, tomaram-se medidas, a Globo veio pedir desculpa.

O Zé (Mayer), um colega nosso, também se desculpou e acho que deve ter tido muita coisa, mas ninguém fala nada… As colegas vieram trabalhar, também vestiram a camisa. Quem sabe se toma providências porque a gente está em 2017 e não tem essa de assédio, todo mundo tem o seu direito de se colocar, de se por e não tem essa do homem chegar e fazer… que isso? É uma sociedade machista, fez-se tanto tempo lá atrás, mas não existe como chegar agora e eu não te respeitar porque você está mais ousada, de minissaia e eu tenho que abusar ou passar a mão ou falar alguma coisa. A mulher também neste sentido tem que saber se colocar para não instigar o outro”, opinou.

Notícias ao Minuto

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula