header top bar

section content

Especial São João: Ícones do forró, Chico Amaro revela por que quase parou, e Nonato Cearense relata encontro com Luiz Gonzaga – VÍDEO!

Para falar sobre o forró que para muitos é o autêntico e eterno, a professora Maria do Carmo bateu um papo com Nonato Cearense e Chico Amaro

Por Jocivan Pinheiro

23/06/2017 às 16h50 • atualizado em 24/06/2017 às 13h27

Em pleno período de festas juninas, claro que o ritmo que domina o Brasil, especialmente o Nordeste, é o forró. E por mais eletrônico que ele fique, a clássica formação de sanfona, triângulo e zabumba ainda tem seu espaço. Para falar sobre esse forró que para muitos é o autêntico e eterno, a professora Maria do Carmo bateu um papo com dois ícones da região, Nonato Cearense e Chico Amaro.

Ambos já percorreram uma longa trajetória no mundo da música e conhecem como poucos as veredas desafiadoras e as recompensas de quem não abre mão das tradições. Nonato Cearense, por exemplo, já tocou até com o rei Luiz Gonzaga, de quem tirou lições sobre a grandeza atemporal do forró raiz.

“Eu acho que a base de tudo é o forró. Música boa não tem prazo de validade. Tudo pode se modernizar, mas a gente só se sente mais nordestino, sertanejo, ouvindo aquela coisa que toca o coração da gente, o coração do povo”, diz o sanfoneiro.

VEJA TAMBÉM: Com o bom e tradicional forró pé de serra, Maria Calado na TV em clima de São João e São Pedro recebe o sanfoneiro Chico Amaro

Nonato Cearense e Chico Amaro

Chico Amaro é outro que dispensa comentários. Lenda viva do forró no Sertão paraibano, esse cearense de nascimento, mas cajazeirense de coração é dono de uma das vozes mais marcantes do forró, já gravou vários discos e formou uma família de músicos. A filha mais nova, a pequena Laís Amaro, participou do programa The Voice Kids, da Globo.

Nesta entrevista, ele revela que recentemente chegou a pensar em parar por causa das dificuldades em tocar seu pé-de-serra por aí. Mas a sanfona continua sendo a sua companheira fiel.

“A sanfona não se apaga nunca. Toda vez que se puxa uma sanfona, quem vai passando na estrada dá uma olhadinha em quem está tocando, porque realmente é um som muito bonito. A sanfona na mão de um cara que toca bem é uma orquestra.”

Assista as entrevistas completas  – CLIQUE AQUI

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!