header top bar

section content

IV Festissauro homenageia cineasta do Alto Sertão da Paraíba

A homenagem é um reconhecimento a um importante realizador audiovisual da Paraíba que foi o precursor do cinema no Sertão paraibano.

Por Luzia de Sousa

13/09/2017 às 07h58

O homenageado do festival (Foto: Assessoria)

A 4ª edição do Festival de Cinema de Sousa – FESTISSAURO prestará homenagem ao cineasta Laércio Filho. Grande homenageado da edição 2017 do Festival, Laercio Ferreira de Oliveira Filho tem quase trinta anos de militância cultural, com significativas passagens pelo teatro, poesia, música e cinema. A homenagem é um reconhecimento a um importante realizador audiovisual da Paraíba que foi o precursor do cinema no Sertão paraibano.

Nascido em Pombal/PB, o cineasta, professor e ativista cultural é radicado em Aparecida/PB, onde atualmente exerce o cargo de secretário municipal de cultura. Iniciou sua carreira cinematográfica em 2005, quando teve o seu primeiro filme “Memória Bendita” selecionado pelo projeto “Revelando os Brasis”.Deste então, Laercio tem roteirizado e dirigido sete produções e feito Produção Executiva em outras três, sob direção de Diassis Pires.

Laércio já ganhou várias premiações. Seu primeiro filme de ficção “Antoninha” circula em festivais nacionais e internacionais e ganhou diversos prêmios. A estatueta mais recente do curta, é o de melhor filme da categoria Cinema Independente da Mostra Pequi de Audiovisual realizada em Montes Claros/MG.
Além do pioneirismo no cinema, Laercinho, como também é conhecido o diretor aparecidense, foi responsável pela primeira animação produzida no Sertão da Paraíba usando a técnica de desenho 2D tradicional. “Uma Aventura na Caatinga” teve estreia em Janeiro deste ano em Aparecida e vem sendo selecionado para importantes festivais de cinema na região sul do país e recentemente, foi indicado ao troféu “Cacto de Ouro” em seis categorias no Encontro Nacional de Cinema e Vídeos dos Sertões de Floriano/PI.

Na década de 90 o cineasta fundou, ao lado de vários artistas e militantes culturais de Aparecida, a Acauã Produções Culturais, uma ONG Cultural que ao longo dos seus 27 anos de existência, conseguiu construir um belo currículo resultante da intensa produção cultural. A entidade é responsável pela efervescência artística da cidade sertaneja, atuando em vários segmentos como o teatro, a música, a literatura, as artes plásticas, a comunicação e o audiovisual.Laércio é também idealizador e coordenador da Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano, evento realizado na Fazenda Acauã, município de Aparecida há sete anos.

O coordenador do FESTISSAURO, Leonardo Alves, considera importante a homenagem para mostrar às novas gerações a luta e o engajamento do primeiro realizador cinematográfico do interior da Paraíba. “A escolha se deu em virtude de um esforço do Festissauro, em também reconhecer o árduo trabalho de quem produz filmes aqui na região,” destacou.

Sobre o Festissauro
O FESTISSAURO é um evento cultural que consiste na difusão e exibição de filmes curtas e longa metragens, de realizadores locais, regionais e nacionais. Sua programação é composta por palestras, mesas-redondas, oficinas e mostras competitivas de curta-metragem, além de mostras de filmes convidados de curta e longa-metragem.
Este ano, o festival acontece no período de 26 a 28 de Outubro, no auditório da Universidade Federal de Campina Grande(UFCG-Centro), em Sousa. Para saber mais informações sobre o FESTISSAURO, inscrever filmes e consultar o regulamento, os interessados devem acessar o site www.festissauro.com.

Assessoria

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano