header top bar

section content

Mulheres estão consumindo cada vez mais pornografia, apontam relatórios

De acordo com levantamentos de dois grandes sites de conteúdo adulto, vídeos que conversam melhor com o público feminino estão em alta e o número de mulheres que acessam esse tipo de material só cresce

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

12/01/2018 às 09h23

De acordo com levantamentos recente, as mulheres estão se aventurando cada vez mais no mundo da pornografia (Foto: Shutterstock)

Mulher não faz sexo, não se masturba e não se interessa por pornografia, certo? Errado. Apesar de ainda haver muita gente que exige esse tipo de comportamento da parte das mulheres – ou realmente faz a escolha de não se envolver sexualmente com ninguém, o que é perfeitamente ok –, elas estão explorando a própria sexualidade cada vez mais e, de acordo com levantamentos divulgados recentemente, também estão se tornando mais interessadas em conteúdo adulto.

Desde 2013, o Pornhub – um dos maiores sites de pornografia do mundo – realiza uma análise da quantidade de usuários, do comportamento deles e dos assuntos buscados por esse público. O último levantamento mostra que, entre 2016 e 2017, o site teve 28,5 bilhões de visitantes e uma média de 81 milhões de visitas diárias. Surpreendentemente, o termo que teve o maior “boom” no número de buscas durante o mesmo período entre essa quantidade imensa de visitantes não foi algo na linha de “lésbicas” ou “adolescentes”, foi “porn for women” (pornô para mulheres, em tradução livre).

De acordo com o levantamento, esse termo foi o segundo que mais cresceu entre as mulheres durante o ano – com um aumento de 359% no número de busca – e o primeiro entre o total de usuários – com um aumento impressionante de 1400%. Para Laurie Betito, terapeuta sexual e diretora do “Pornhub Sexual Wellness Center”, 2017 foi o ano em que as mulheres realmente se empenharam em expressar seus desejos de forma mais livre e aberta.

“Desde o movimento ‘Me Too’ a mulheres proeminentes como Hillary Clinton e Nikki Haley em evidência, mulheres estão se sentindo mais empoderadas e encontraram suas vozes”, diz ela, enfatizando que a tendência é de que esse comportamento só se intensifique durante os anos que estão por vir.

Outro levantamento que mostra o quanto as mulheres estão cada vez mais inclinadas a consumir conteúdo adulto é o do site xHamster, semelhante ao Pornhub. De acordo com o estudo, o crescimento no número de mulheres que acessam o site é constante e, no ano passado, esse aumento foi de 2,4%. Para a equipe, a tendência é a de que, durante os próximos anos, o numero de novas usuárias ultrapasse a quantidade de novos usuários.

Um longo caminho pela frente
Ainda que os dados indiquem que as mulheres estão demonstrando cada vez mais interesse na pornografia e buscando um conteúdo com os quais elas se relacionem mais, a indústria pornográfica segue sendo primordialmente machista. Além de listar os termos cujas buscas cresceram mais no último ano, o levantamento do Pornhub mostra também quais temas tiveram mais buscas no mesmo período.

Entre eles, é possível encontrar teen” – vídeos que mostram adolescentes ou mulheres que parecem mais novas –, “gangbang” – que normalmente mostram uma mulher fazendo sexo com vários homens e costumam ter cenas que beiram a violência – e outros termos que objetificam mulheres, como “big tits” (seios grandes) e “big ass” (bumbum grande” sem que haja qualquer termo equivalente relacionado ao sexo masculino. É, parece que o mundo da pornografia ainda tem um longo caminho pela frente para alcançar mais igualdade entre os gêneros, mas já é um começo.

IG

Tags:
OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa

PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir