header top bar

section content

The Voice Kids: Emocionado, pai de Laís Amaro fala da felicidade ao ver a filha na Globo. VÍDEO!

A pequena Laís Amaro subiu ao palco do The Voice Kids para sua primeira audição neste domingo (17)

Por

18/01/2016 às 20h00

A expectativa dos cajazeirenses finalmente chegou ao fim neste domingo (17). A pequena Laís Amaro subiu ao palco do The Voice Kids para sua primeira audição.

Tocando sanfona, ela cantou “Qui nem jiló”, de Luiz Gonzaga, e conquistou Carlinhos Brown no último segundo. Apesar de as outras cadeiras não terem virado, Victor & Léo e Ivete Sangalo também ficaram encantados com a cajazeirense.

VEJA TAMBÉM

► De João Pessoa a Cajazeiras, Paraíba está no The Voice Kids; Laís se apresentou com sanfona

A sanfona de Laís fez sucesso com os técnicos, e depois de cantar “Qui nem jiló” na audição, ela ainda deu uma palhinha de “Juazeiro, Petrolina” e colocou todo mundo para dançar.

Agora no time de Carlinhos, Laís está na segunda fase do programa e conta com a torcida não só de Cajazeiras, mas de toda a Paraíba para seguir em frente.

Laís herdou o talento para a música e o gosto pelo forró do seu pai, Chico Amaro, um dos mais tradicionais cantores e sanfoneiros de forró pé de serra do Nordeste.

Chico disse que está orgulhoso da filha não só pela participação no programa, mas também por ela não ter negado as raízes ao dizer que é de Cajazeiras.

“Pra gente é um orgulho muito grande, e aqui pra nós foi um orgulho muito porque lá ela falou em alto e bom som quando disse ‘eu sou de Cajazeiras, Paraíba’. Aquilo me orgulhou muito.”

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula