header top bar

section content

Amor e sexo: Jogo de perguntas promete apimentar relação e vira febre nas redes sociais

Psicólogas criam caixa com 100 questões sobre amor e sexo para promover diálogos entre casais e evitar crises

Por

07/01/2016 às 08h40

Puxa Conversa Casal - o livro tem o formato de 100 cartas com perguntas sobre amor e sexo

Denise Miranda de Figueiredo e Marina Simas de Lima, psicólogas que trabalham com terapia de casal, perceberam que o motivo central da crise entre a maior parte dos parceiros que atendia era o fato de conversarem muito pouco em casa. “Eles chegam para a terapia de família perdendo a intimidade e sem saber dialogar", conta Denise.

Diante desta realidade, elas decidiram criar o “Puxa Conversa Casal”: um livro em formato diferente. Trata-se de uma caixa com 100 cartas para falar de amor e sexo: 50 perguntas sobre fantasias sexuais, masturbação e sexualidade, e 50 sobre amor e o relacionamento do casal de forma geral.

Com perguntas como: “O que fez você olhar para mim?” – uma das preferidas de Denise –, “Que palavra definiria o momento atual do nosso relacionamento?” e até mesmo “O que você pensa sobre sexo anal?”, o livro pretende, segundo a autoras, prevenir uma crise no relacionamento de forma lúdica, sem formalidades, falando coisas que muitas vezes não são faladas naturalmente entre o casal.

“O objetivo é conhecer um ao outro e ao mesmo tempo formar vínculo”, explica Denise. As pessoas mudam ao longo dos anos e, com o passar do tempo, alguns casais deixam de conhecer um ao outro. A conversa e a famosa DR (discussão de relacionamento) são essenciais para voltar a conhecer o parceiro.

Autoconhecimento

As perguntas da caixa também ajudam as pessoas a conhecerem a si mesmas. “Para muitas perguntas, não vêm uma resposta pronta, rápida”, conta Denise. “É preciso parar, olhar para dentro e se conectar com a emoção.”

Como começar o jogo?

A autora dá a dica: sente com o parceiro, relaxe, abra um vinho e comece a puxar as cartas. E um de cada vez faz perguntas ao outro. A caixinha não é indicada apenas para aqueles que estão casados há muito tempo: conhecer o parceiro a fundo logo no começo da relação é essencial para um relacionamento duradouro.

No entanto, se a relação estiver muito ruim, Denise alerta que pode não ter “clima” para usar o livro. “O casal nem vai conseguir sentar e se olhar, as cartas são para os casais que estão realmente a fim de construir ou reconstruir algo”.

IG

Tags:
EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”

VÍDEO

Coordenador da Energisa garante melhoria e dá dicas sobre ‘queda’ de raios durante o período de inverno

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!