header top bar

section content

Moita: Conheça os benefícios de não depilar os pelos pubianos

Manter os pelos pubianos aparados ou depilados é considerado um sinal de higiene pessoal. Mas sabia que não fazer isso faz bem a saúde feminina?

Por

16/11/2015 às 15h16

Manter os pelos pubianos aparados ou mesmo raspados é considerado um sinal de higiene pessoal. Mas sabia que não fazer isso poderia ser mais benéfico do que você imagina?

Proteger contra doenças sexualmente transmissíveis, por exemplo, é uma das funções desses pelos.

Brigette Bard, CEO da BioSure, do Reino Unido, revelou as muitas vantagens de não raspar ou depilar a região.

A lista abaixo traz 6 vantagens.

1. Por que temos pelos pubianos e qual a sua finalidade?

Eles são um sinal de maturidade sexual. Os pelos da região servem predominantemente para proteger do atrito (de coisas cotidianas, como caminhar, por exemplo, além do momento de um ato sexual).

As glândulas que você tem nessa área também produzem um suor mais oleoso, como o das axilas, e os pelos ajudam a absorver o suor produzido. Eles também ajudam a pessoa a ter um cheiro mais atrativo, sexualmente falando. Também existe evidência de que o cabelo pubiano funcione como uma barreira contra as bactérias.

2. Será que raspar os pelos pubianos faz de você mais limpa lá em baixo?

Absolutamente não. Quando esses pelos são raspados ou depilados, deixam feridas microscópicas abertas na membrana da pele, o que significa que as bactérias podem entrar.

Dado o calor e a umidade, a região é um ambiente perfeito para bactérias se reproduzirem e ocorrer um número crescente de infecções, incluindo alguns males como a Streptococcus A e Staphylococcus aureus.

3. Por que raspar/depilar a região causa infecções?

Como mencionado acima, raspar e depilar a região pode causar danos à membrana da pele, mas os folículos pilosos acabam, muitas vezes, irritados, e podem se tornar inflamados, especialmente com a depilação frequente.

4. Os pelos pubianos podem nos proteger contra as DSTs?

A ausência dos pelos na região significa que não há nenhuma barreira contra as bactérias acima mencionadas, que podem ser transferidas de pele para pele. Isso pode levar a uma celulite infecciosa, infecção bacteriana nos lábios.

Devido aos danos feitos à sua pele durante a depilação ou raspagem, você também fica mais vulnerável a herpes e HPV (verrugas genitais).

5. As mulheres devem ficar ao natural?

Há muito pouco benefício para a remoção dos pelos pubianos – certamente nenhum para a saúde. Algumas pessoas relatam sensações sexuais melhores, mas isso não é cientificamente comprovado.

6. O que fazer se encontrar um pelos encravado na região?

Se você está arrancado um cabelo pela raiz, o novo a nascer pode ser fraco e incapaz de romper a pele, fazendo-a crescer de volta sobre ele. Assim, se um pelo está encravado, antes de tentar arrancá-lo tome um banho quente ou coloque uma flanela quente sobre o local por cinco minutos.

Verifique se a área e também suas mãos estão limpas, e aperte suavemente ambos os lados para empurrar o cabelo sob a pele para cima. Uma vez que a ponta estiver exposta, puxe o cabelo com uma pinça esterilizada e limpa, tentando não romper a pele.

Uma vez que ele estiver fora, deixe o ar chegar ao local por algum tempo e depois coloque um pouco de creme antisséptico.

Vestir roupas íntimas de algodão também pode ajudar. A esfoliação regular remove as células mortas da pele na área e pode ajudar em longo prazo na prevenção dos pelos encravados.

Fonte: Gadoo com DailyStar

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!