header top bar

section content

Apresentadora abandona programa ao vivo na TV após ser assediada sexualmente por colega. Os dois foram demitidos!

Tania Reza abandonou uma transmissão ao vivo após ser assediada por vários minutos pelo outro apresentador; caso viralizou e gerou indignação nas redes sociais do país

Por

28/10/2015 às 12h36

A cena vem causando indignação no México: durante um programa ao vivo, o apresentador toca o seio de sua colega de trabalho depois de assediá-la abertamente por vários minutos. (ASSISTA)

A mulher se queixa da agressão, mas o apresentador Enrique Tovar responde que "não foi nada". Então, a apresentadora Tania Reza deixa o palco. "Não posso trabalhar assim", disse ela.

Olhando para a câmera, Tovar diz: "Desculpa, gente, acho que minha companheira está com os hormônios à flor da pele".

O programa A Toda Máquina é produzido por uma afiliada da emissora Televisa em Ciudad Juárez, no Estado de Chihuahua, no extremo norte do país, uma das localidades com o maior índice de violência contra mulheres em toda a América Latina.

O vídeo do assédio tornou-se um dos mais vistos nas redes sociais pelos mexicanos. Por meio da hashtag #AssédioComHenriqueTovar, centenas de pessoas publicaram críticas à atitude do apresentador.

Demissão

A Televisa demitiu os dois apresentadores do programa, sob o argumento de que eles teriam encenado a situação de assédio sexual, e divulgou no portal YouTube um vídeo em que a apresentadora diz que "a verdade é que não tínhamos noção de até que ponto isso ia chegar, não houve assédio". Enquanto isso, seu colega Enrique Tovar solta uma gargalhada no vídeo. "A verdade é que somos amigos, e não houve qualquer assédio."

No entanto, horas depois, Tania Reza publicou um segundo depoimento em sua página no Facebook em que diz ter sido pressionada a isentar o colega.

"Lamentavelmente, existe nestas situações uma pressão por parte das empresas e uma obrigação de dizer (ou inclusive gravar) que sou a culpada, com outras pessoas lavando as mãos", afirmou ela na rede social.

"Que seja dita a verdade. Se me obrigarem a tirar isto do ar, ao menos, já o pus em minhas redes sociais."

'Conduta imprópria'

Em um comunicado, a Televisa disse que reprova qualquer tipo de assédio e reconheceu que Tovar "se comportou de forma imprópria em uma transmissão da televisão aberta".

"Se o que aconteceu no programa difere da primeira declaração de Tania Reza perante nosso departamento de recursos humanos, a exortamos a nos relatar para que possamos apoiá-la no processo de denúncia."

O Conselho Nacional para Prevenir a Discriminação (Conapred, na sigla em espanhol) disse que iniciará uma investigação.

A Secretaria de Governo disse que apoiará a apresentadora se ela quiser apresentar uma denúncia no Ministério Público de Chihuahua, que tem a obrigação de fiscalizar meios de comunicação que "fomentem a violência contras as mulheres".

Na página da apresentadora no Facebook, multiplicam-se os comentários com críticas e mensagens de apoio. Algumas pessoas dizem que tudo faz parte de uma "novela", enquanto outros pedem que mantenha sua denúncia, considerando o caso um exemplo do que acontece nas grandes emissoras do país.

"São muitos os que te apoiariam em denunciar algo assim", escreveu em mensagem a jornalista Katia D'Artigues. "Você fez bem em deixar o programa. Foi indigna a forma como te trataram, como ocorre com mulheres todos os dias. Mas, agora, denuncie que foi forçada a gravar (o depoimento desmentindo o assédio), se quiser ser consistente com este post."

G1

MERCADO NEGRO

EXCLUSIVO: Padre denuncia que Cajazeiras está repleta de ‘locadoras de armas’: “A polícia sabe” – VÍDEO!

PARABÉNS

VÍDEO: Veja a mais nova música que homenageia a cidade de Cajazeiras nos seus 154 anos de emancipação

AO VIVO

Assista ao Debate de Cajazeiras completo; vários temas foram levantados para melhorar a cidade

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor