header top bar

section content

Fátima Bernardes se desculpa por matar o jogador Cristiano Ronaldo ao vivo em seu programa

Ao encerrar o matutino, a esposa de William Bonner acabou confundindo o sobrenome do sertanejo e o chamou de Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid.

Por

26/06/2015 às 07h55

Fátima Bernardes lamentou a morte de Cristiano Araújo durante entrevista, ao vivo, ao "Vídeo Show", da TV Globo, nesta quarta-feira (24). A apresentadora aproveitou sua participação no vespertino para se desculpar pela gafe que cometeu mais cedo durante o "Encontro".

Ao encerrar o matutino, a esposa de William Bonner acabou confundindo o sobrenome do sertanejo e o chamou de Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid.

"Gostaria de me desculpar com os fãs e dizer que, nesse momento de dor, o mais importante é orar pelos dois", disse, fazendo referência ao músico e sua namorada, que também faleceu no capotamento do veículo em que ambos estavam, na BR-153, em Goiás.

Fátima explicou que trocou os nomes por conta da correria para encerrar a atração no horário certo e ressaltou que corrigiu o erro a tempo. No entanto, a gafe não passou batida por internautas que, é claro, comentaram a confusão da apresentadora nas redes sociais.

"No fim do programa, na hora que a gente encerrou, na hora de me despedir, pela pressa, eu acabei falando Cristiano Ronaldo. Rapidamente fizemos a correção. Lamentei muito de ter cometido esse equívoco porque a gente não gosta de errar. Tínhamos falado dele o tempo inteiro e, portanto, na minha cabeça, não restava nenhuma dúvida em relação a isso. Mas houve, realmente, uma troca no final", reconheceu.

MSN

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula