header top bar

section content

Escola de Cajazeiras impressiona professores de São Paulo: “É maravilhoso, diferente”

Jully Yamamoto confessou estar maravilhada com o projeto PRIMA da Paraíba, "muito diferente da realidade de onde venho"

Por

24/05/2015 às 10h28 • atualizado em 23/06/2016 às 11h40

A TV Diário do Sertão visitou na cidade de Cajazeiras o PRIMA (Projeto de Inclusão Através da Música e das Artes). A reportagem foi exibida na terça (19) pelo programa Café Conectado.

O que é?

O PRIMA é inspirado no desempenho do “El Sistema” na Venezuela, e o NEOJIBA na Bahia, com objetivo de ensinar cidadania por intermédio da música orquestral, com eventual extensão também a Bandas e Corais.

De acordo com os princípios que norteiam o projeto, não trata-se apenas de uma escola de música, mas uma escola de cidadania, onde exemplos de apoio mútuo e respeito ao próximo podem ser identificados, valorizados, e transformados em lição de vida aos seus estudantes.

Apesar de sua principal atividade basear-se no desempenho de uma orquestra sinfônica, estudantes são expostos também a outras formas de conhecimento e apreciação artística como parte de sua inclusão social.

PRIMA em Cajazeiras

A Coordenadora do projeto em Cajazeiras, Raquel Taís, relatou que “há um ano as crianças, a partir de sete até os 18 anos, da rede municipal de ensino, vem frequentando o PRIMA”.

O PRIMA é distribuído em pólos de ensino localizados em áreas carentes ou de preocupação social na Paraíba. Os pólos de ensino são localizados em Escolas Públicas da rede estadual, em Cajazeiras os encontros para ensaios se dão na escola Janduí Carneiro.

Cada pólo de ensino oferece aos seus alunos a oportunidade de aprender instrumentos orquestrais e participar em grupos que variam entre orquestras jovens e infantis até bandas e corais, incluindo corais de adultos.

Sempre que possível os pólos atuam em conjunto, criando maior interação entre as comunidades carentes, como aconteceu no Espaço Cultural em João pessoa na presença do governador do Estado, Ricardo Coutinho, em 16 de dezembro 2014.

Os próximos encontros de todos os ‘PRIMOS’ da PB acontecerão dias 30 e 31 de maio, nas cidades de Patos e Campina Grande, respectivamente.

Leia mais:

Governador Ricardo Coutinho assiste ao primeiro grande concerto de 2015 do Prima. Veja fotos!

População de Cajazeiras se encanta com Primeiro Concerto de Natal. Fotos e vídeo!

Qualidade

Na oportunidade o Quarteto de Cordas Olivier Toni (Samuel Mello e Caio Machado – violinos; Jully Yamamoto – viola; Jefferson Martins – cello), da cidade de São Paulo, ministratava aula aos ‘PRIMOS’ de Cajazeiras e falou à nossa reportagem sobre a qualidade do projeto, dos instrumentos e das crianças da rede pública da PB.

Jully Yamamoto confessou “estar impressionada, surpresa com os alunos, são esforçados, interessados em absorver o conhecimento, é maravilhoso, muito diferente da realidade de onde venho.”

“Os professores são ótimos, os alunos têm talento”, elogiou o violinista Caio Machado.

A aluna cajazeirense, Lídia Dias, aprendeu a tocar o instrumento chamado Cello; para ela o PRIMA mudou sua concepção em relação a música: “hoje aprecio o clássico, o erudito, conheci a musicalidade a partir da sensibilidade, aprendi a ouvir não só a escutar.”

Veja reportagem completa do ensaio do PRIMA de Cajazeiras:

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares