header top bar

section content

Ex-BBB está envolvida em escândalo nos EUA e diz que foi violentada

A ex-bbb confessa que foi violentada e tem vários problemas por conta da heroína

Por

22/04/2015 às 08h10

Juliana está envolvida em escândalo nos EUA e diz que foi violentada

Juliana Lopes vê seu nome envolvido em mais uma polêmica mais de dez anos após sua participação no Big Brother Brasil 4. De acordo com uma reportagem do jornal New York Post, o senador americano Robert Menendez, do Partido Democrata, é investigado por supostamente favorecer os doadores de sua campanha como o cirurgião plástico Salomon Melgen. Segundo a publicação, o senador ajudou Melgen a conseguir visto para estrangeiros, entre eles, a brasileira Juliana Leite Lopes, apontada como uma das amantes do cirurgião.  

Essa não é a única vez que a advogada se mete em polêmicas. Quando entrou no Big Brother, Juliana já engatou um romance, que durou bem pouco, com o lutador Marcelo Dourado. Na época, ele era considerado o “bad boy” da edição, enquanto Juliana fazia mais o estilo “patricinha”. Os dois brigavam constantemente e o relacionamento subiu no telhado.

Dentro do programa, Juliana também foi alvo de rumores. O participante Marcelo Zulu levantou suspeita de que a jovem era garota de programa, ao dizer que conhecia uma amiga dela que era prostituta. A declaração foi motivo de processo do lado de fora.

Em entrevista à revista Istoé Gente, em fevereiro de 2004, dona Kátia Lopes, mãe da participante do BBB 4, relembrou o que a filha aprontou na adolescência. Para a publicação, ela contou um episódio em que Juliana, com 15 anos, foi pega portando heroína e precisou dar depoimento na Delegacia da Criança e do Adolescente, em Brasília.  

Na mesma entrevista, dona Kátia Lopes falou sobre uma declaração feita por Juliana que chocou a todos dentro e fora do programa. A participante contou que foi violentada, aos 13 anos, por dois jovens de 21 anos que se diziam seus amigos.  

— Ela teve uma adolescência complicada devido a esses problemas, mas é uma mulher maravilhosa, que se encontrou.

Juliana comprou uma verdadeira guerra com as participantes Tatiana e Marcela. As três protagonizaram alguns dos maiores barracos da edição. Nas brigas, ela acabou conhecida por sempre usar a expressão "ninguém merece". A inimizade começou quando Juliana revelou dentro do programa que Marcela sugeriu uma "aliança" entre as mulheres ainda no hotel.

Mesmo com tanto bafafá, Juliana conquistou o carinho do público, conseguiu eliminar todos os seus inimigos do programa, foi a terceira colocada, estampou capas de revistas masculinas e ainda engatou uma carreira de atriz, que só abandonou para virar advogada nos Estados Unidos. Será que o futuro de Juliana está ameaçado devido às últimas notícias?

Juliana, hoje advogada em Miami, afirma que parte de seus estudos na cidade foi financiada com o dinheiro de suas sessões de fotos — a ex-BBB posou para revistas como Sexy e VIP. Parte de sua matrícula foi comprovadamente paga por uma fundação de Melgen. Para o Post, Juliana se recusou a fazer comentários sobre o caso. Admitiu, porém, que conhece o médico.

R7

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview