header top bar

section content

BIG BOMBA BRASIL: BBB pode sair algemado a qualquer momento da casa

Ele disse que matou um menor de dezesseis anos no Complexo do Alemão, a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro vai ao Projac nos próximos dias para interrogá-lo.

Por

25/01/2015 às 16h58

Luan servia o Exército, em 2010, e integrava o 8º Grupo de Artilharia.

Por conta das declarações que o carioca Luan Patrício deu no "Big Brother Brasil 15" – ele disse que matou um menor de dezesseis anos no Complexo do Alemão, a Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro vai ao Projac nos próximos dias para interrogá-lo. As informações são da coluna de Lauro Jardim, da revista Veja.

Luan servia o Exército, em 2010, e integrava o 8º Grupo de Artilharia que ocupou as favelas da região, incluindo o Complexo do Alemão, durante sua pacificação.

Jornal News

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares