header top bar

section content

Nova secretária de saúde revela que PSFs funcionarão em tempo integral e diz que vai contratar médicos para trabalhar na UPA e SAMU: “População clama por dias melhores”

A nova secretária falou que atualmente a saúde está um descaso na cidade de Sousa: "Nossa meta é reverter esse quadro". Assista!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/12/2016 às 19h55 • atualizado em 19/12/2016 às 20h06

A reportagem do Diário do Sertão entrevistou na tarde da segunda-feira (19) a enfermeira Amanda Silveira. Ela foi escolhida pelo prefeito eleito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB) para assumir o cargo de secretária de saúde a partir do dia 1° de janeiro de 2017.

Amanda é especialista em enfermagem do trabalho e atualmente ocupa o cargo de gerente da 10ª gerência Regional de Saúde de Sousa.

A nova secretária falou que ultimamente a saúde está um descaso na cidade de Sousa: “Sei dos problemas que a população está enfrentando, postos de saúde e a UPA sem funcionar, o SAMU em situação precária. Nossa meta é reverter esse quadro, a saúde não pode esperar, a população clama por melhores dias”, disse ela.

Veja também:
Conheça os secretários selecionados pelo prefeito eleito de Sousa

Falta de médicos no SAMU Regional de Sousa termina na delegacia

PSF aberto
Amanda disse ainda que os Postos de Saúde da Família (PSF) funcionarão em tempo integral (manhã e tarde), além disso, a farmácia básica voltará a ter medicamentos, e serão feitas contratações emergenciais de médicos para a UPA, PSF e SAMU para que o atendimento à população seja normalizado.

Amanda Silveira – nova Secretária de Saúde (foto: Charley Garrido)

UPA aberta
Ela afirmou também que vai manter uma parceria com o Governo do Estado da Paraíba para conseguir recursos para UPA: “Precisamos manter uma parceria com o Governo do Estado. Vamos colocar a UPA para funcionar de verdade”, disse.

SAMU aberto
Ela também lamentou a questão da falta de médicos no SAMU de Sousa que está prejudicando o atendimento em Sousa e outros 26 municípios da região: “A principal saída dos médicos do SAMU é a não garantia de receber seus salários, ninguém quer trabalhar para não receber. Por esse motivo, no início de janeiro vamos implantar urgente esses profissionais médicos para resolver as questões da saúde do nosso município”, destacou.

DIÁRIO DO SERTÃO

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda

AO VIVO NA TV

BOMBA! Ator cajazeirense revela que foi estuprado quando era coroinha de igreja: “Fui pra missa chorando” – ASSISTA!

TEM POTENCIAL

VÍDEO: Atleta cajazeirense pede ajuda pra realizar sonho de correr a São Silvestre; veja como patrocinar