header top bar

section content

Pré-candidato ao Governo da PB manda recado para Vituriano e rebate resultado de pesquisa: “Cássio e RC brigam por cargos”

Para Veneziano, a situação do atual governador Ricardo Coutinho é difícil e a tendência de Cássio é cair cada dia mais.

Por

27/03/2014 às 20h42

O ex-prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo do Estado, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) concedeu entrevista no programa Censura Livre nesta quinta-feira (27) na TV Diário do Sertão.

Na oportunidade, o pré-candidato rebateu o resultado da pesquisa eleitoral da MaisPB/Consult divulgada nesta quinta-feira (27) onde o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) lidera a disputa ao Governo do Estado com 40,80% das intenções de voto. Em segundo lugar, aparece o governador e pré-candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB), com 23,90%, seguido pelo ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital (PMDB), que é o preferido de 12,15% dos paraibanos.

Veneziano disse que, a situação do atual governador Ricardo Coutinho é difícil, pois, mesmo estando no poder e desejoso de reeleição, não conseguiu alcançar nem 30% dos votos.

Com relação ao resultado do senador Cássio, Veneziano disse que, sua tendência é cair. Segundo ele, em dezembro de 2013, os resultados das pesquisas traziam Cássio com 50% das intenções de votos. “Sua tendência é cair. Até aqui ele está afastado das discussões, mas, precisará interagir. Como vão explicar três anos e dois meses juntos e, agora a separação?”, disse.

Segundo Veneziano, os discursos de Cássio e Ricardo com relação ao rompimento são vergonhosos. “Uma briga rasteira que só envolve cargos e demissões”, disse.

Entra e sai – O ex-prefeito de Campina Grande falou sobre as recentes entrevistas do deputado estadual, Vituriano de Abreu (PSC) que tem revelado tendência para apoiar o senador Cássio nas eleições que se aproximam. Veneziano disse que, a pergunta deve ser direcionada ao deputado.

 “É uma pessoa da minha estima e que esteve presente conosco nas últimas eleições ao lado de Carlos Rafael e Adjamilton. Se ele quiser ficar ao lado de Cássio, o PMDB continuará tendo candidato que é Veneziano”, disse.

Veneziano revelou inclusive que tem conversado com o presidente do PSC, o deputado federal Leonardo Gadelha e que poderá haver uma união.

Esclarecimentos – O ex-prefeito criticou a posição do grupo do atual governador Ricardo Coutinho em comparar sua gestão em Campina Grande ao seu Governo a frente do Estado. Ele aproveitou para listar obras realizadas na cidade e falou sobre o processo “Maranata” dizendo que foi arquivado por falta de provas.

Veneziano falou também sobre o fato de seu irmão, o senador Vital do Rêgo (PMDB) não ter aceitado o cargo de ministro, oferecido pela presidente Dilma Rousseff (PT). “Não ficou nenhuma seqüela. Ele provou que não está lá para lutar por cargos”, disse.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula