header top bar

section content

Sousa vence o Treze e pode perder até por um gol

Vergonhoso. Este foi o comportamento do Treze na partida da noite desta quarta, 22, contra o Sousa no estádio José Cavalcanti, em Patos. Mostrando um verdadeiro despreparo psicológico, quatro jogadores do Galo foram expulsos e contribuíram decisivamente para a derrota de 2×0 para o Dinossauro que fica mais próximo de conquistar o título de Campeão […]

Por

22/04/2009 às 22h44

Vergonhoso. Este foi o comportamento do Treze na partida da noite desta quarta, 22, contra o Sousa no estádio José Cavalcanti, em Patos. Mostrando um verdadeiro despreparo psicológico, quatro jogadores do Galo foram expulsos e contribuíram decisivamente para a derrota de 2×0 para o Dinossauro que fica mais próximo de conquistar o título de Campeão Paraibano 2009 já no domingo, 26, em Campina Grande.

Como se isso não bastasse, o jogador Jaime alegou contusão e como o Treze ficou com apenas seis jogadores em campo, a partida foi encerrada antes que o árbitro desse os acréscimos. Agora, para conquistar o segundo turno, o Galo precisa devolver o placar no Amigão. Se vencer o returno, o Sousa fica com o título do Estadual.

O jogo
Com um campo bastante encharcado por conta das chuvas que caíram em Patos, a partida começou truncada e disputada no meio-de-campo. A primeira chance de gol foi do Treze, com Cléo Paraense, que tentou duas vezes e desperdiçou. Aos 14, Jaime chutou forte e Ricardo fez grande defesa para o Sousa.

O Dinossauro chegou pela primeira vez aos 18 min, quando Juninho chutou em cima da defesa. Miltinho ficou com a sobra, mas mandou para fora. Um novo lance digno de registro aconteceu apenas aos 36 min e foi o Treze que quase abre o placar. Cléo puxou contra-ataque, livrou-se da marcação e tocou para Nonato, que chutou por cima da meta.

Cinco minutos depois, Nino foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Iarley soltou uma bomba, que bateu na zaga e foi para escanteio.

Na etapa final, logo no início, Daniel foi expulso após fazer falta no meio-campo e deixou o Treze com um a menos. Com isso, o Sousa partiu para cima e aos 4 min por pouco não abre o placar. Iarley invadiu a área, driblou o defensor e chutou forte e rasteiro. Rodrigues defendeu no primeiro lance e no rebote a zaga afastou o perigo.

Aos 7, Camilo foi à linha de fundo e cruzou na área. Edmundo, de cabeça, mandou no travessão. Se a pressão do Sousa aumentou quando ficou com um jogador a mais, a situação ficou mais complicada para o Galo quando Maurício Gaúcho também foi expulso aos 11 min. Logo depois, Edmundo fez jogada individual, mas parou no goleiro Rodrigues. Aos 27 min, Edmundo puxou contra-ataque e tocou na área. Manu apareceu livre e empurrou para dentro da rede: 1×0.

Quatro minutos depois, o mesmo Manu foi lançado na direita, invadiu a área, cortou o zagueiro o bateu firme, no ângulo de Rodrigues, que nada pode fazer: 2×0. Logo depois do gol, Nonato foi expulso porque teria xingado o árbitro. O lance causou tumulto e alguns jogadores partiram para cima do juiz, que chegou a ser agredido por chutes do volante Roni, que não recebeu nem Amarelo. O jogo ficou paralisado durante cerca de cinco minutos.

Depois disso parece que o árbitro perdeu o controle do jogo. O lateral Nino, do Sousa, levou um tapa do jogador André Lima do Treze, que sequer foi advertido. Logo depois o atacante Cléo Paraense foi expulso por agredir o árbitro. Novo tumulto e o jogo foi paralisado mais uma vez. Na sequência, Jaime caiu no chão e disse que não tinha condições de continuar. Com apenas seis jogadores em campo pelo Galo, o árbitro foi obrigado a encerrar a partida.

Ficha Técnica:
Sousa: Ricardo, Nino, Rogério, Mir e Camilo; Juninho, Alex, Bileu e Iarley; Miltinho, Edmundo.
Téc.: Reginaldo Sousa.

Treze: Rodrigues, Gustavo (Gildásio), Mauricio Gaúcho, André Lima e Jaime; Alex Xavier, Daniel, Roni e Joãozinho (Antônio Carlos)(Lecheva); Nonato e Cléo Paraense.
Téc.: Marcelo Villar.

Cartão Amarelo: Juninho, Iarley e Caio (Sousa); Cléo Paraense, Maurício Gaúcho, Daniel e Nonato (Treze).
Cartão Vermelho: Daniel, Maurício Gaúcho, Nonato e Cléo (Treze).
Árbitro: Fernando Cabral.

Fonte:WSCOM

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis