header top bar

section content

De virada, Dinossauro engole a raposa no Amigão

O Sousa prometeu e cumpriu. Assim como aconteceu na fase classificatória, o time sousense voltou e vencer o Campinense, de virada, agora por 3 a 2, em pleno estádio Amigão, e ampliou sua vantagem nas semifinais do segundo turno do Campeonato Paraibano. Edmundo (2) e Jéferson marcaram para os sousenses, enquanto que Fábio Júnior anotou […]

Por

15/04/2009 às 22h47

O Sousa prometeu e cumpriu. Assim como aconteceu na fase classificatória, o time sousense voltou e vencer o Campinense, de virada, agora por 3 a 2, em pleno estádio Amigão, e ampliou sua vantagem nas semifinais do segundo turno do Campeonato Paraibano. Edmundo (2) e Jéferson marcaram para os sousenses, enquanto que Fábio Júnior anotou os tentos da Raposa.

Com esse resultado, o Sousa, que já ganhou o primeiro turno, pode até perder por gol de diferença, no jogo de volta marcado para sábado, no estádio José Cavalcanti, em Patos, que garante vaga na final do returno, quando decidirá o título com o vendedor do outro confronto entre Treze e Queimadense, que iniciam a disputa pela outra vaga nesta quinta-feira.

O JOGO
Jogando diante de sua torcida, o Campinense começa a partida de forma arrasador. Aos sete minutos, Fábio Santana cruzou da direita, a zaga sousense fica só olhando e Fábio Júnior subiu para cabecear sem chances para goleiro do Sousa.

Animado, o rubro-negro segue criando chances, mas sem objetividade. Aos 1’ minutos, Ricardo Oliveira cobra falta com perigo. Já o Sousa tenta pegar o adversário nos contra-ataques. Aos 18 minutos, Marquinhos Marabá volta a sentir antiga contusão no joelho e é substituído por Ailton.

O jogo segue com a Raposa sendo dono das ações, mas o adversário sempre atento para puxar contra-ataques. Em um deles, Yarley chuta, mas sem perigo. Aos 31 minutos Ranieri faz falta em Fábio Santana. Na lance ele se machuca e antes de sair para dar lugar a Rogério, toma cartão amarelo.

Aos 38 minutos, o Sousa mostra que não está “morto”, e chega ao empate com Edmundo. Em jogada bem trabalhada, Nino cruzou, a zaga rubro-negra ficou olhando e Edmundo cabeceou de cima para baixo, para marcar seu 14º tento na competição. Campinense 1 x 1 Sousa.

O Campinense não se abalou e quase desempata. Fábio Santana avança e perde a chance de gol. Aos 43 minutos, Washington cobra escanteio e quase marca gol olímpico. Nos acréscimos, o mesmo Washigton teve outra chance, mas o primeiro tempo terminou mesmo sem vencedor.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, os dois times não mudam. E quando a bola rola, o Campinense tenta pressionar o adversário. Aos três minutos, tem dois escanteios a seu favor seguidamente. No segundo, Washington cobra e a zaga sousense alivia.

Mas a Raposa volta a ter posse de bola e tem falta perto da área. Washingon chuta mal, sem perigo para o goleiro Ricardo, aos cinco minutos. E não deu tempo o rubro-negro respirar. O Sousa puxa contra-ataque com Miltinho, que passa para Jéferson marcar gol da virada, aos 6 minutos. Sousa 2 x 1 Campinense.

O gol deixa o Rubro-negro ainda mais com a obrigação de buscar a vitória. Tanto que, aos 10 minutos, o técnico Ferdinando Teixeira tira o zagueiro Jádson e coloca o atacante Jailton. Já o Sousa passa a tocar a bola e levando sempre perigo com o “matador” Edmundo. Aos 15 minutos, outra mudança na Raposa. Sai Edson Piauí vaiado pela torcida e entra Fernandes.

O Campinense tenta se reencontrar em campo. Aos 17 minutos, Fernandes cruza e Washington marca, mas o gol não vale, porque a bola já tinha ultrapassado a linha de fundo. Após o susto, o Sousa faz uma mudança, com a entrada de Manu em lugar de Alex. A equipe sousense tem falta a seu favor. Miltinho bate sem perigo.

Aos 23 minutos, Camilo recebe a bola, passa com velocidade, invade a área e chuta direto para o gol, perdendo a chance de ampliar. Mas o Campinense segue insistindo em busca de empate. E ele veio aos 27 minutos. Fábio Júnior foi derrubado por Mir dentro da área e o árbitro marca pênalti. O próprio Fábio cobra e marca, fazendo Campinense 2 x 2 Sousa.

Mas não deu tempo para a torcida comemorar, pois o time sousense voltou a ficar na frente do placar, também com gol de pênalti. Fábio Santana fez pênalti em Edmundo e toma cartão amarelo. O artilheiro vai para cobrança e faz seus 15º tento no Estadual, aos 33 minutos. Sousa 3 x 2 Campinense.

Com o gol sofrido, bate o desespero no rubro-negro, que tenta a todo custo chegar novamente ao empate ou até virar o placar. Tranquilo, o time sertanejo toca a bola, passando a administrar o resultado. O Rubro-negro tem escanteio cobrado por Márcio Sousa, mas no lance, Fábio Júnior comete falta na zaga sousense, aos 40 minutos. Satisfeito, a equipe visitante não deu trégua ao Campinense, impondo à terceira derrota no atual campeonato.

Ficha Técnica
Campinense
Pantera, Fábio Santana, Emerson, Jádson (Jailton) e Edson Piauí (Fernandes); Charles Wagner, Ricardo Oliveira, Márcio Sousa e Washington; Marquinhos Marabá (Ailton) e Fábio Júnior. Técnico – Ferdinando Teixeira
Sousa
Ricardo, Nino Paraíba, Mir, Ranieri (Rogério) e Camilo; Juninho, Jéferson (Bileu), Iarley e Miltinho; Edmundo e Alex (Manu). Técnico – Reginaldo Sousa
Árbitro – Fernando Cabral
Assistentes – Kilden Tadeu e Felipe Messias
Gols – Fábio Júnior (C), aos 7min; Edmundo (S), aos 38min do 1º tempo; Jéferson (S), aos 6min. Fábio Júnior (C), aos 27 minutos; Edmundo (S), aos 33min do 2º tempo
Cartão amarelo – Edson Piauí, Jádson, Emerson, Fábio Santana (C), Ranieri, Rogério, Mir (S)

Do Portal Paraiba On Line

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares