header top bar

section content

A 100 dias, Álvaro José diz que está pronto para receber Olimpíada

Jornalista analisou a reta final de preparação da cidade e apontou os atletas brasileiros que chegam em alta

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

27/04/2016 às 13h04

Cidade tem recebido vários eventos-teste nos últimos meses (Foto: Divulgação/Rio 2016)

A 100 dias do início dos Jogos Olímpicos de 2016, cresce a expectativa para a abertura da maior festa do esporte mundial. O Rio de Janeiro tem recebido vários eventos-teste e segue em ritmo acelerado para entregar as últimas obras, e apesar da correria na reta final, o narrador e jornalista Álvaro José acredita que a Cidade Maravilhosa está pronta para receber a competição.

“O Rio de Janeiro está bem pronto para o evento. O Rio realmente está preparado para receber a Olimpíada. Eu só não sei como Brasília está montada para o revezamento da tocha. Mas o Rio está preparado. Isso são coisas separadas. Não tenho dúvidas que o final da caminhada da tocha no Rio será algo espetacular. Será diferenciado”, disse em entrevista ao Portal da Band.

Álvaro também analisou o atual momento do esporte brasileiro e destacou alguns atletas que chegam embalados para a disputa, além de modalidades com boas oportunidades de medalha.

“Os que ganharam o Prêmio Brasil Olímpico chegam em alta. O Isaquias Queiroz, da canoagem, e a Ana Marcela Cunha, da maratona aquática. O vôlei masculino e feminino também são favoritos. No vôlei de praia o Brasil conseguiu ouro, prata e bronze no mundial feminino, e no masculino, o Alisson e o Bruno Schmidt são a melhor dupla. Com o Neymar jogando, o futebol também tem grandes chances”, comentou, lembrando também do atletismo e da natação.

“No atletismo temos poucas chances, só com a Fabiana Murer no salto com vara. E na natação vai ter chance no revezamento 4x100m nado livre”, finalizou.

Apesar do otimismo em relação ao início do evento, a capital carioca virou notícia mundial na semana passada por causa de uma tragédia. Um trecho da ciclovia localizada na Avenida Niemeyer desabou e matou duas pessoas. Para Álvaro, que já trabalhou em 9 Olimpíadas, o acontecimento afeta a imagem da cidade.

“Eu quase andei na ciclovia. Tinha até me programado para andar. Os amigos da minha filha andam. Eu acho que isso vai afetar sim. De qualquer maneira o melhor jeito é tentar solucionar isso da melhor maneira e fazer a reforma”, disse.

band

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan