header top bar

section content

Ronaldo Jacaré atropela Vitor Belfort e fica a um passo da disputa do título

Capixaba se impõe ao ex-campeão peso-meio-pesado do UFC, vence por nocaute técnico e exige ser o próximo desafiante ao cinturão. "Não estou pedindo. Fui buscar"

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

15/05/2016 às 12h42

Vitor Belfort derrotado no UFC 198 (Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS)

Em uma das lutas mais esperadas do UFC 198, que provavelmente indicou o próximo brasileiro desafiante ao cinturão dos pesos-médios do UFC, o capixaba Ronaldo Jacaré não tomou conhecimento de Vitor Belfort e, com um “ground and pound” muito forte, nocauteou o “Fenômeno” aos 4m38s do primeiro round. Após a disputa, Jacaré foi contundente com as palavras ao dizer que é o próximo desafiante ao cinturão da categoria por merecimento, e não favor.

– Para mim é especial. Estou muito feliz e sabia que faria um grande trabalho. Sempre que me dão uma grande dificuldade eu me supero. Hoje não foi diferente. Antes de tudo, eu mereço a oportunidade de lutar pelo cinturão. Não estou pedindo, eu fui buscar essa luta. Eu vou acabar com Luke Rockhold seu eu pegar ele. Ele me venceu por causa de um juiz que só arbitrou uma luta na vida, e deu cinco rounds para o Rockhold. Foi um absurdo – disse Jacaré após a luta.

A luta começou com Vitor Belfort circulando pelo octógono e Jacaré acertando um chute na linha de cintura. Belfort tentou uma joelhada voadora defendida por Jacaré, que levou a luta para a grade. Belfort livrou-se da posição e voltou para o centro do octógono, sempre perseguido por Jacaré. Confiante no seu jiu-jítsu, o capixaba levou a luta para o chão junto à grade, ficando por cima com a meia-guarda passada. Com a posição consolidada, Jacaré acertou alguns socos em Belfort, que se defendeu como pôde. Com um ferimento no olho esquerdo, Belfort viu a luta ser interrompida para a avaliação do médico. De volta ao chão na mesma posição em que se encontravam, os lutadores voltaram a duelar, e Jacaré assumiu o domínio do combate. Com um “ground and pound” eficiente, castigou Belfort duramente até que o árbitro Osíris Maia interrompesse a disputa, decretando o nocaute técnico.

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa

VÍDEO

Padre anuncia reforma da paróquia São João Bosco de Cajazeiras a avalia atuação do bispo