header top bar

section content

Maio infernal! Mês termina com desvantagem contra gringos e apenas um cinturão para o Brasil

Perdemos cinturão fora de casa e vimos duas esperanças para o futuro do UFC caírem

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

31/05/2016 às 11h07

Mês termina com desvantagem contra gringos e apenas um cinturão para o Brasil

Os fãs de MMA do Brasil estão levantando as mãos para o céu e agradecendo o fim de maio. Aquele que era para ser um dos meses mais gloriosos para o esporte no país terminou com uma baita sensação amarga na boca de cada torcedor. Perdemos um cinturão, tomamos de 7 a 0 (se fosse a Alemanha ainda nos deixavam fazer unzinho) fora de casa e vimos duas esperanças para o futuro do UFC caírem.

Maio começou para o Ultimate com o UFC Fight Night 87, em Roterdã (Holanda). E logo de cara o Brasil já tomou um sonoro 3 a 0, com derrotas de Yan Cabral, Francimar ‘Bodão’ e Antônio ‘Pezão’. O última foi nocauteado com apenas 16s. Para se esquecer!

Em seguida veio o ponto mais alto para o Brasil neste mês, o UFC 198. Mas o card recheado de estrelas nacionais já ficou pior das pernas antes mesmo da noite de lutas, quando Anderson Silva teve um problema de saúde e foi obrigado a abandonar a luta com Uriah Hall.

Dentro da Arena da Baixada o clima estava fantástico, a torcida deu um show e os brasucas vinham correspondendo perfeitamente até Warlley Alves, até então invicto e uma das principais esperanças brasileiras no Ultimate, perder para Bryan Barnerena.

Mas tudo bem, afinal, o ponto mais alto da noite ainda não havia chegado, e ele estava na responsabilidade de Fabricio Werdum em defender seu cinturão. Mas não foi o que aconteceu. O gaúcho foi nocauteado por Stipe Miocic ainda no primeiro round e viu os 45 mil presentes no estádio ficaram absolutamente calados.

Uma das boas notas que se viu no UFC 198 foi a exibição de gala de Ronaldo ‘Jacaré’. E o brasileiro teve a chance que queria para disputar o cinturão dos médios (84 kg), que pertence a Luke Rockhold, quando Chris Weidman se machucou e deixou o UFC 199. Mas Jaca também estava machucado e não pôde aceitar o convite do Ultimate, dando lugar a Michael Bisping.

Outro que não conseguiu o objetivo de dsputar um título foi Demian Maia, mas no caso dele a situação era mais difícil. A luta entre o campeão dos meio-médios (77 kg) Robbie Lawler e Tyron Woodley já estava apalavrada. O paulista iniciou uma campanha para disputar o cinturão, mas o UFC acabou confirmando o duelo entre os americanos.

No último fim de semana, mais um evento para se esquecer para os brasileiros. Alberto Uda estreou com derrota no Ultimate, Vitor Miranda quebrou a sequência de três vitórias seguidas ao ser derrotado por Chris Camozzi e o ex-campeão Renan Barão levou a pior na sua primeira luta pelos penas (66 kg) ao perder para Jeremy Stephens.

Mas o revés que mais doeu no UFC Fight Night 88 foi o de Thomas Almeida. Considerado a principal esperança para o futuro do Brasil no MMA, Thominhas tinha tudo para vencer e ficar bem próximo do cinturão dos galos (61 kg), mas o paulista foi nocauteado por Cody Garbrandt.

No meio de tudo isso, claro que tivemos boas notícias, como mais uma excelente atuação de Demian Maia, a grande exibição de Thiago ‘Marreta’ ou a confirmação de Wilson Reis para disputar o cinturão dos moscas (57 kg). Esse cinturão perdido e os 7 a 0 contra em territórios inimigos nos deixam com uma péssima sensação. Além disso, mesmo se contarmos o UFC 198, que foi em Curitiba, os gringos ainda vencem por 9 a 8. Esperamos que junho seja melhor, e que julho seja espetacular!

Ag. Fight

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!