header top bar

section content

Escândalo sexual atinge seleção espanhola; jogador e goleiro estão envolvidos

De Gea, goleiro da Roja, e Muniain, do Athletic Bilbao, foram citados por testemunha que sofreu abuso

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

11/06/2016 às 12h40

De Gea teria organizado encontro onde ocorreu abuso (Foto: Sergio Perez/Reuters)

O goleiro da seleção espanhola do Manchester United David De Gea e o atacante do Athletic Bilbao Iker Muniain foram citados por uma testemunha em um escândalo de exploração sexual de grande repercussão na Espanha. As informações são do site ElDiario.es.

Tudo começou com a prisão do ator e produtor pornô Torbe, nome artístico de Ignacio Allende Fernández. Detido desde abril, ele é acusado de delitos de exploração sexual, agressão sexual, pornografia infantil, prostituição e extorsão, além de lavagem de dinheiro, crimes contra a saúde pública e contra a Fazenda Pública.

Muniain e De Gea entraram no caso por causa do depoimento de uma testemunha, que não foi identificada e está sob proteção da Justiça espanhola. Ela diz que foi levada por Torbe a um hotel cinco estrelas em Madri onde estavam jogadores de futebol da seleção sub-21 da Espanha, em 2012. Com a promessa de que ganharia muito dinheiro, o produtor a levou para uma suíte onde estavam mais uma garota e dois atletas – Muniain e outro não identificado. Ao chegar ao local, a mulher disse que não gostaria de participar da festa, mas foi obrigada mesmo assim. De Gea teria combinado o encontro com Torbe.

O informe policial do caso dá mais detalhes do ocorrido: “(As duas garotas) foram abusadas sexualmente por parte dos garotos, já que se se negassem eram agredidas fisicamente por ambos. Após finalizarem seus desejos sexuais, os futebolistas proferiram ameaças para que evitar que tudo que aconteceu naquele quarto de hotel fosse divulgado. Nenhuma das mulheres cobrou nada por todas as agressões físicas, sexuais recebidas. Torbe ficou com todo o dinheiro”.

A testemunha deu dois depoimentos à polícia. Antes de seu segundo, ela entrou em contato com De Gea por WhatsApp para, segundo ela, tentar descobrir a identidade do outro participante do abuso. Na conversa, ela diz que diz que está em dúvida sobre quem seria este atleta e afirma que só se lembra que ele estava lesionado. De Gea responde que se tratava que um jogador do Athletic, mas evita oferecer mais detalhes. Depois, ao identificar este atleta, a garota viu que esta pista não procedia.

No decorrer da conversa, De Gea se mostra interessado pelos serviços da garota e pergunta se ela estaria interessada em se relacionar com cinco jogadores do Manchester United, incluindo o próprio goleiro. Não há evidências de que o encontro ocorreu.

Segundo a Brigada Central contra o Tráfico de Seres Humanos da Polícia Nacional, os relatos desta testemunha e de outras que também estão protegidas têm “alto grau de credibilidade”. A instituição descarta “interesse de desacreditar as pessoas denunciadas por razões econômicas e pessoais”. Até o momento, nenhum dos atletas foi intimado para prestar esclarecimentos.

O agente de Muniain, Txus Medina, negou as acusações. “Desconhecemos absolutamente este tema, ninguém da polícia ou da Justiça se colocou em contato conosco para pedir nenhum tipo de informações. Através de um porta-voz, De Gea, que está concentrado com a seleção espanhola para a disputa da Euro, não quis comentar o caso.

Band

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda