header top bar

section content

Sem Tite, Corinthians começa busca por novo treinador; veja as opções da diretoria

Oswaldo, Abel, Dorival, Diniz, Eduardo...Timão avalia vários nomes do mercado nacional e espera encontrar substituto para Tite até sexta-feira, no máximo...

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

16/06/2016 às 10h07

Corinthians em busca de um novo técnico

O Corinthians começa nesta quinta-feira a escolher quem será seu novo treinador. O fim repentino da era Tite fez a diretoria do Timão se apressar para encontrar um substituto que possa comandar a equipe já no domingo, contra o Botafogo, em Itaquera, pelo Brasileirão. Muitos nomes estão sendo especulados nos bastidores do clube, mas alguns deles começam a ganhar mais força.

Oswaldo de Oliveira, do Sport, aparece como o mais cotado neste momento. Alguns motivos o colocam em vantagem. O técnico tem boa relação com o presidente Roberto de Andrade, fã do trabalho dele. Internamente, o técnico conta com o apoio de integrantes da comissão técnica permanente, como o preparador físico Fábio Mahseredjian, muito próximo dele.

Pessoas ligadas a Oswaldo relataram que dirigentes corintianos fizeram um contato preliminar e que o técnico se mostrou disposto a trocar de equipe – a diretoria não confirma que procurou o treinador. Ele não vive bom momento desde que chegou a Pernambuco e agora teria a oportunidade de retornar ao clube pelo qual conquistou o Mundial de Clubes de 2000.

Outro “medalhão” bem avaliado pelos dirigentes é Abel Braga. A negociação, porém, esbarra no assédio do Flamengo nos últimos dias. Sempre muito elogiado por Tite, o treinador está desempregado, mas ainda tem contrato em vigor com o Al-Jazira, dos Emirados Árabes, até 1º de julho. Para apresentá-lo imediatamente, o Timão teria de pagar uma multa aos árabes, algo pouco provável que aconteça.

Dorival Júnior também teve o nome cogitado no CT Joaquim Grava em alguns momentos. A direção avalia como improvável qualquer conversa, já que o técnico faz bom trabalho no Santos e muito provavelmente não aceitaria deixar o clube para assumir um rival.

Apesar dos elogios na entrevista coletiva de quarta-feira, dirigentes corintianos acreditam que dificilmente o presidente Roberto de Andrade vai investir em um treinador novato. Fernando Diniz, do Oeste, é constantemente citado por torcedores nas redes sociais, sobretudo depois da ótima campanha no Paulistão com o Audax.

Eduardo Baptista, da Ponte Preta, se encaixa no mesmo perfil. Preparador físico na campanha do rebaixamento do Corinthians para a Série B, em 2007, ele é muito próximo do ex-presidente Andrés Sanchez. Tanto ele quanto Diniz já manifestaram que não pretendem deixar seus clubes neste momento. Sylvinho, ex-lateral-esquerdo e atual auxiliar da Inter de Milão, corre por fora.

A tendência é que o Corinthians escolha um treinador com experiência para substituir o técnico mais vencedor da história do clube. Mais que isso, alguém que também sirva como referência para momentos de turbulência e pressão. Seja qual nome for, Roberto de Andrade tem pressa para anunciá-lo, no máximo, até sexta-feira.

GE

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan