header top bar

section content

Corinthians goleia o Flamengo por 4 a 0

Cássio segura, Romero faz 2 e Corinthians goleia Flamengo no Brasileiro

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

04/07/2016 às 08h45

Romero disputa a bola com Rafael Vaz, em Itaquera (Foto: Gazeta Press)

Depois de um primeiro tempo inferior e com destaque para as defesas do goleiro Cássio, o Corinthians desencantou na etapa final e goleou o Flamengo por 4 a 0, na Arena de Itaquera, neste domingo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O destaque do duelo foi o paraguaio Romero, autor de dois gols e de uma assitência, enquanto o peruano Guerrero voltou a decepcionar no reencontro contra o ex-clube. O artilheiro flamenguista levou um chapéu de Bruno Henrique e foi vaiado.

O resultado representou a terceira vitória consecuiva no campeonato (antes bateu Santa Cruz e América-MG) e igualou o líder do campeonato, o Palmeiras, em pontos: 25. Mas o time alvinegro tem dois gols a menos de saldo e por isso é o segundo colocado.

A equipe alviverde entrará em campo diante do Sport, em Recife, nesta segunda-feira. Já o Flamengo é o sétimo colocado, com 20 pontos.

Romero abriu o placar aos 14 minutos do segundo tempo, em lance iniciado em uma cobrança de escanteio. A defesa flamenguista tentou afastar a bola da área, mas falhou e ela acabou sobrando para Romero, na pequena área, desviar para o gol.

O segundo gol ocorreu aos 32 minutos com um vacilo do lateral esquerdo Jorge, que errou um passe no meio de campo e entregou a bola nos pés de Romero. O paraguaio avançou livre pelo campo de ataque e deu a bola de presente para o meia Guilherme ampliar.

Aos 34 minutos, Rildo aproveitou um rebote do goleiro Alex Muralha e fez o terceiro tento corintiano. Aos 43, Romero ampliou após passe de Rodriguinho.

O Corinthians volta a campo no próximo sábado para enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó, pela 14ª rodada do Brasileiro. O Flamengo jogará um dia depois. Fará o clássico contra o Atlético-MG, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

SENTIU O GOLPE

O Flamengo foi amplamente superior ao Corinthians no primeiro tempo, com 63% da posse de bola, ações no campo ofensivo e muitas chances de gols criadas.

O Corinthians limitou-se a defender, mas nem sempre bem. Foi graças a Cássio (leia mais abaixo) que salvou-se de sofrer gols. No ataque, o time não foi nem sombra do que ocorreu no segundo tempo, quando marcou quatro gols.

Aliás, o primeiro gol de Romero foi responsável por fazer o Flamengo desabar. O time rubro-negro sentiu o golpe, fraquejou na marcação e a equipe alvinegra deslanchou.

Foram quatro gols, mas poderiam ter sido mais não fosse Muralha.

GOLEIROS

O goleiro alvinegro fez boas defesas ao longo do primeiro tempo e foi o melhor jogador do time. Aos 14 minutos, salvou duas vezes em chutes de Cirino e Rafael Vaz a queima roupa.

Cássio voltou a demonstrar ótima forma aos 10 minutos do segundo tempo ao espalmar uma finalização bastante perigosa de Willian Arão. O volante entrou na área após tabelar com Guerrero e escolheu o canto certo do gol, mas o corintiano fez um milagre.

Não foi apenas o arqueiro alvinegro que fez boas defesas. Alex Muralha também justificou o apelido. O lance mais importante dele ocorreu aos 24 minutos, quando Romero lançou Marquinhos Gabriel no ataque. O meia chutou cruzado, com força, mas Muralha defendeu.

TRAVE

O Flamengo fez uma linda jogada aos 31 minutos do primeiro tempo. Guerrero prendeu a bola na área e tocou para Enderson, mais a esquerda, que bateu rasteiro e cruzado. A bola acertou a trave direita do Corinthians. No rebote, Alan Patrick chutou para fora.

VAIAS, CHAPÉU E OFENSAS

Guerrero reencontrou a torcida corintiana pela segunda vez após ter deixado o clube alvinegro e, assim como no duelo em outubro de 2015, o peruano foi vaiado.

O ritual começou assim que ele apareceu para se aquecer no gramado. Teve o segundo ato quando o peruano apareceu no gramado para se aquecer. Prosseguiu assim que os times pisaram no gramado e a cada instante que ele pegava na bola.

A galera corintiana ainda delirou quando Bruno Henrique deu um chapéu em Guerrero, aos 41 minutos do primeiro tempo.

O atacante ainda teve de suportar ofensas, com gritos de ‘mercenário’ e ‘Guerrero v…’.

MSN

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!